sicnot

Perfil

Mundo

ONU "condena veementemente" lançamento de mísseis pela Coreia do Norte

O Conselho de Segurança da ONU repreendeu hoje a Coreia do Norte pelos seus mais recentes testes de mísseis, condenando aquilo que classificou como "graves violações" de uma série de resoluções emitidas.

© KCNA KCNA / Reuters

O Conselho instou os Estados-membros a aumentarem as sanções impostas à Coreia do Norte no início deste ano, depois de o país ter realizado um quarto teste nuclear e o lançamento de um 'rocket' de longo alcance.

"Os membros do Conselho de Segurança lamentam todas as atividades de mísseis balísticos da República Popular Democrática da Coreia (DPRK), sublinhando que tais atividades contribuem para o desenvolvimento pela DPRK de sistemas de lançamento de armas nucleares e para aumentar a tensão", declarou o Conselho de Segurança em comunicado.

Na quarta-feira, o presidente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, o embaixador francês François Delattre, classificou os mais recentes disparos de mísseis balísticos norte-coreanos como "uma violação flagrante e inaceitável das resoluções do Conselho de Segurança" e o programa balístico de Pyongyang como "uma grave ameaça à paz e à segurança regional e internacional".

A Coreia do Norte disparou na quarta-feira dois poderosos mísseis de médio alcance que parecem ter voado distâncias claramente maiores que nos anteriores lançamentos mal sucedidos, de acordo com o ministério da Defesa sul-coreano.

Várias resoluções do Conselho de Segurança proíbem à Coreia do Norte qualquer atividade nuclear ou balística.

Após o quarto ensaio nuclear norte-coreano, a 06 de janeiro, seguido, a 07 de fevereiro, do lançamento de um 'rocket', amplamente considerado o ensaio disfarçado de um míssil de longo alcance, o Conselho de Segurança da ONU adotou as sanções mais pesadas alguma vez infligidas a Pyongyang.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.