sicnot

Perfil

Mundo

Benjamin Netanyahu anuncia acordo entre Israel e a Turquia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu confirmou hoje em Roma um acordo com a Turquia no sentido de normalizar as relações entre os dois países, após seis anos de atritos.

© Tony Gentile / Reuters

"Creio que este é um passo importante para normalizar as nossas relações", disse Netanyahu aos jornalistas, após um encontro com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, na capital italiana.

O primeiro-ministro israelita acrescentou que o acordo pode vir a ter "grandes consequências" para a economia de Israel.

Um responsável israelita anunciou no domingo que Israel e a Turquia preparavam um acordo para a normalização de relações, após seis anos de atritos e que foram provocados pelo ataque militar contra um navio turco que transportava ajuda humanitária para os palestinianos em Gaza.

Na conferência de imprensa, em Roma, Netanyahu acrescentou que os detalhes do acordo vão ser anunciados mais tarde, mas assinalou as grandes e positiva vantagens, sobretudo do ponto de vista económico.

Israel, que deve começar em breve a exploração das reservas de gás no Mediterrâneo, procura oportunidades para vender o produto, na região.

Questionado sobre o acordo, John Kerry disse que se trata de "um passo positivo" entre Israel e a Turquia.


Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.