sicnot

Perfil

Mundo

Troca de tiros no bairro diplomático da capital do Bangladesh

Uma intensa troca de tiros entre a polícia e um número indeterminado de homens armados foi hoje registada num restaurante no bairro diplomático da capital do Bangladesh, Daca, informaram as autoridades policiais locais.

Segundo as informações divulgadas pelas agências internacionais existem relatos de algumas pessoas terem sido feitas reféns no interior do restaurante.

"Um número desconhecido de pessoas ainda está lá dentro, mas não podemos confirmar se estão a ser feitas reféns", disse, em declarações à agência noticiosa francesa AFP, um oficial da polícia local, Sayedur Rahman.

Dois agentes da polícia ficaram gravemente feridos no tiroteio, de acordo com informações avançadas pela estação de televisão privada Channel 24.

A edição digital do jornal Daily Star noticiou que um grupo de cinco atacantes entrou no restaurante, localizado numa zona da capital Daca considerada como sofisticada (Gulshan), e abriu fogo por volta das 21:20 locais (14:20 em Lisboa).

O incidente aconteceu perto de um bar conhecido como Nordic Club, um regular ponto de encontro de expatriados nórdicos, e da embaixada do Qatar.

Lusa

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46