sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 60 mortos devido a chuvas e inundações na China desde meados de junho

Pelo menos 61 pessoas morreram e 14 foram dadas como desaparecidas na China devido às fortes chuvas registadas desde há duas semanas, informa hoje a agência de notícias oficial Xinhua.

reuters

Na província central de Hubei, 34 pessoas morreram e 11 desapareceram.

Na província de Anhui (leste), 27 pessoas morreram e outras três desapareceram, segundo as autoridades locais.

A autoridade meteorológica chinesa voltou hoje a emitir o alerta laranja -- o segundo mais grave -- para chuva no sul e sudoeste do país.

Chuva forte vai atingir as províncias de Anhui, Jiangsu, Hubei, Jiangxi, Hunan and Guizhou e a região autónoma de Guangxi Zhuang até terça-feira de manhã.

A entidade estatal encarregada do controlo de inundações e resposta a secas indicou prejuízos de cerca de 50,6 biliões de yuan (equivalente a 7,59 biliões de dólares).

Cerca de 33 milhões de pessoas foram afetados pela chuva e inundações e 1,48 milhões foram realojadas em 1.192 condados em 26 províncias, escreve hoje o China Daily.

As chuvas intensas e inundações destruíram 56 mil casas.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05