sicnot

Perfil

Mundo

Polícia do Zimbabué dispara gás lacrimogénio e canhões de água sobre manifestantes

A polícia do Zimbabué disparou na segunda-feira granadas de gás lacrimogéneo e canhões de água sobre condutores dos transportes públicos que protestavam contra a economia e o regime do Presidente Robert Mugabe.

© Philimon Bulawayo / Reuters

Os polícias responderam com gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar os manifestantes, mas algumas crianças que se encontravam no local foram apanhadas no incidente.

Os condutores ultrapassaram barreiras criadas pela polícia, fecharam estradas e queimaram pneus.

Um repórter da Agência France Presse (AFP) afirmou que, em resposta às pessoas que atiravam pedras, a polícia utilizou bastões agredindo os condutores presentes na manifestação.

A contestação pública tem sido rara nos 36 anos de regime autoritário de Mugabe, mas apesar das forças de segurança existentes para controlar este tipo de situações, os protestos têm aumentado recentemente.

Lusa

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Marcelo defende debate alargado sobre saúde
    0:57

    País

    O Presidente da República defende que um debate profundo sobre o futuro da saúde deve envolver todos os intervenientes políticos. Para Marcelo Rebelo de Sousa quanto mais partidos estiverem envolvidos na discussão, melhor.

  • Governo apresenta medidas que privilegiam arrendamento e reabilitação
    1:16

    País

    O Governo apresentou esta tarde um novo pacote de medidas para a habitação. Trata-se de uma visão que privilegia o arrendamento e a reabilitação como formas de garantir o acesso a todas as famílias a uma habitação adequada. O primeiro-ministro diz que é preciso segurança nos contratos de arrendamento e avança por isso como uma proposta de benefícios.

  • Salah Abdeslam e cúmplice condenados a 20 anos por tentativa de assassínio de cariz terrorista
    1:11

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo, que remete para o momento em que foi detido em Bruxelas, em março de 2016. Salah Abdeslam e um cúmplice foram considerados culpados de tentativa de assassínio de cariz terrorista pela participação numa troca de tiros com a polícia belga da qual resultaram três agentes feridos. 

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC