sicnot

Perfil

Mundo

Polícia do Zimbabué dispara gás lacrimogénio e canhões de água sobre manifestantes

A polícia do Zimbabué disparou na segunda-feira granadas de gás lacrimogéneo e canhões de água sobre condutores dos transportes públicos que protestavam contra a economia e o regime do Presidente Robert Mugabe.

© Philimon Bulawayo / Reuters

Os polícias responderam com gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar os manifestantes, mas algumas crianças que se encontravam no local foram apanhadas no incidente.

Os condutores ultrapassaram barreiras criadas pela polícia, fecharam estradas e queimaram pneus.

Um repórter da Agência France Presse (AFP) afirmou que, em resposta às pessoas que atiravam pedras, a polícia utilizou bastões agredindo os condutores presentes na manifestação.

A contestação pública tem sido rara nos 36 anos de regime autoritário de Mugabe, mas apesar das forças de segurança existentes para controlar este tipo de situações, os protestos têm aumentado recentemente.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07