sicnot

Perfil

Mundo

Este homem morreu no atentado de Istambul. E no avião da EgyptAir. E noutras tragédias recentes

Circula uma fotografia na Internet deste homem que morreu no atentado ao aeroporto de Istambul a 28 de junho. E que também foi uma das vítimas da queda do avião da EgyptAir a 19 de maio no Mediterrâneo. E do massacre numa discoteca em Orlando, nos EUA, a 12 de junho. Ora, este homem está vivo e bem vivo e por trás desta foto há uma história rocambolesca vinda do México.

A verdadeira identidade do homem que aparece como vítima em todas estas tragédias não é conhecida, mas a sua foto já circula na Internet pelo menos desde dezembro de 2015.

A 19 de maio deste ano, um utilizador do Twitter dava conta que o seu irmão se encontrava no voo da EgyptAir que se despenhou no Mediterrâneo e a imagem circulou por vários media. Mas o homem da fotografia nunca fez parte da lista oficial das vítimas desse desastre.

Tal como não faz parte da lista de vítimas do atentado no aeroporto de Istambul que fez pelo menos 41 mortos e 239 feridos. Mas a sua foto foi novamente publicada no Twitter, por outro "irmão" a dizer que não tinha notícias do seu "familiar" que estava no aeroporto Ataturk.

Quando um homem disparou numa discoteca em Orlando, nos Estados Unidos, a 12 de junho, o homem da fotografia aparece mais uma vez como uma das vítimas.

À procura da identidade do "homem da fotografia"

As publicações falsas foram feitas através de contas de Twitter no México e uma equipa da estação de televisão francesa France 24 resolveu investigar. Todos os internautas que foram contactados contaram a mesma história: o homem da fotografia estava a dever-lhes dinheiro e esta foi a forma de vingança por ele não pagar.

"Conheço quatro vítimas deste homem, que era meu amigo", contou um deles à France 24. "Apresentei queixa contra ele, tanto penal como civil, mas o processo demora e ele não nos dá o nosso dinheiro. Decidimos publicar fotos dele na Internet, só para o chatear... e funciona! Para nós, o objetivo é que a sua cara seja conhecida no mundo inteiro e que a sua reputação seja arruinada".

A France 24 conseguiu encontrar o homem da foto, mas decidiu não revelar a identidade. Ele não nega estar implicado num problema jurídico: "A minha foto circula em todo o lado porque alguém quis fazer uma brincadeira por causa de um litígio (...) não apresentei queixa contra as pessoas que difundiram a minha foto porque esse género de processos nunca dão em nada no México", afirmou.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.