sicnot

Perfil

Mundo

Helicóptero militar turco despenha-se e causa pelo menos cinco mortos

Um helicóptero militar turco com 15 pessoas a bordo despenhou-se esta terça-feira na província de Giresun (nordeste da Turquia), aparentemente devido ao nevoeiro, provocando cinco mortos e dez feridos, anunciou o primeiro-ministro.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Umit Bektas / Reuters

"Há mortos e feridos (...) Cinco mortos e talvez mais", referiu Binali Yildirim aos jornalistas em Izmir (oeste da Turquia).

Um general de brigada, responsável pela guarda local, e diversos oficiais encontravam-se a bordo do aparelho que se despenhou cerca das 15:30 (hora de Lisboa) no distrito de Alucra, uma região montanhosa desta província situada nas margens do Mar Negro e quando as condições meteorológicas eram pouco favoráveis, indicou a cadeia televisiva CNN-Turk, referindo ainda que se encontravam no helicóptero 14 pessoas.

Segundo esta cadeia, também seguiam no Sikorsky S-70 diversos civis e três crianças, familiares dos militares.

Lusa

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.