sicnot

Perfil

Mundo

Katy Perry é a rainha do Twitter e supera Justin Bieber

A cantora Katy Perry foi a primeira pessoa a atingir mais de 90 milhões de seguidores do Twitter, superando o cantor canadiano Justin Bieber, com 84 milhões.

© Mario Anzuoni / Reuters

A informação foi hoje divulgada pela rede social através de um tweet que diz: "“É tempo de festejar @katyperry. Com 90 milhões de seguidores na lista de convidados, vamos precisar de uma grande pista de dança".

De acordo com o serviço que avalia a utilização do Twitter, as mensagens mais populares foram retuitadas mais de 131 mil vezes e, na sua maioria, são mensagens em que agradece aos fãs e partilha a sua vida pessoal.

Além do Twitter, Katy Perry tem 71 milhões de seguidores no Facebook, rede social onde quem reina é Cristiano Ronaldo, com 112 milhões de amigos.

Entre as outras personalidades com mais seguidores no Twitter estão Taylor Swift, Barack Obama, Rihana e Lady Gaga.

  • Katy Perry visita o Vietname
    1:01

    Mundo

    A norte-americana Katy Perry esteve no Vietname. A visita serviu para alertar para a exclusão e pobreza nas zonas rurais do país, fortemente atingidas pela falta de desenvolvimento e acesso precário à educação.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.