sicnot

Perfil

Mundo

Kerry apela ao diálogo entre poderes venezuelanos e promete melhorar relações

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, apelou hoje ao diálogo entre os distintos poderes venezuelanos e prometeu esforçar-se para melhorar as relações bilaterais.

© Francois Lenoir / Reuters

Numa mensagem ao povo venezuelano, em seu nome e no do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, Kerry afirmou que "o último ano foi extremamente difícil para o povo venezuelano", mostrando-se ciente das "necessidades económicas, divisões políticas e graves adversidades".

Para Kerry, "os venezuelanos demonstraram, no passado, a sua capacidade de resistência".

Assegurou que os Estados Unidos "têm confiança na sua capacidade de encontrar uma saída da crise atual".

"Pedimos aos líderes de todos os poderes do Estado para participarem no diálogo nacional que é necessário para enfrentar de forma eficaz os problemas do seu país", declarou.

A mensagem de Kerry surge um dia depois de o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, felicitar os Estados Unidos pelo seu dia da independência, que se celebrou a 04 de julho.

Na mensagem, Maduro expressou "a vontade de estabelecer relações diplomáticas bilaterais de respeito" com os Estados Unidos, "guiadas pelo Direito Internacional e por princípios como a igualdade soberana dos Estados e o direito à autodeterminação dos povos".

As relações entre os Estados Unidos e a Venezuela estão em baixo desde a saída dos embaixadores, em 2010, e agravaram-se devido ao facto de o Governo venezuelano acusar Washington de interferir nos seus assuntos internos.

Lusa

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira