sicnot

Perfil

Mundo

Ações russas na Ucrânia "destruíram confiança mútua"

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que "as ações da Rússia na Ucrânia destruíram a confiança mútua com o Ocidente", na véspera da cimeira da NATO, que sexta-feira tem início na Polónia.

© Stefanie Loos / Reuters

"Se através de palavras e ações, a validade da lei [internacional] e a inviolabilidade das fronteiras são questionadas, depois é claro que a confiança se perde", disse hoje a chanceler ao parlamento alemão, acrescentando que "as ações da Rússia perturbaram profundamente os [ainda] aliados orientais".

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu hoje os planos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) para implantar tropas na Polónia e nas três repúblicas bálticas (Lituânia, Letónia e Estónia), de forma a fortalecer a capacidade de defesa da Aliança, no seu flanco oriental, mas sublinhou a necessidade de "manter a mão estendida ao diálogo com a Rússia".

"A segurança a largo prazo da Europa só poderá ser alcançada com a Rússia e não contra a Rússia", disse a chanceler, numa declaração institucional antes do plenário do Bundestag (câmara baixa do parlamento) e em vésperas da cimeira da NATO, que começa sexta-feira em Varsóvia.

Angela Merkel mostrou-se convencida de que não existe contradição entre o princípio de solidariedade da Aliança e o diálogo com a Rússia, pois "são princípios inseparáveis", disse a chanceler.

A Alemanha continua comprometida com a Ata Fundacional NATO-Rússia, o acordo base que regula as relações entre as duas partes desde 1997, apesar de a "Rússia a ter tornado vulnerável na Ucrânia", reconheceu Angela Merkel.

Neste contexto, a chanceler alemã insistiu no "grande interesse" em manter "uma relação construtiva com Moscovo".

Advertiu que, "na futura colaboração, será decisivo o cumprimento dos acordos de Minsk (que visavam parar os combates no leste da Ucrânia e implementar um cessar-fogo imediato) por parte da Rússia" e recordou que o cessar-fogo na Ucrânia não está a ser respeitado.

A chanceler manifestou-se satisfeita com o facto de a NATO e a Rússia terem acordado uma reunião de embaixadores no próximo dia 13 de julho e lamentou que Moscovo não tenha aceitado o convite para esse mesmo encontro antes da cimeira de Varsóvia.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC