sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte diz que sanções dos EUA contra Kim Jong-Un são declaração de guerra

As autoridades de Pyongyang afirmaram hoje que as sanções financeiras aplicadas pelos Estados Unidos contra o líder norte-coreano Kim Jong-Un equivalem a uma "declaração de guerra".

© KCNA KCNA / Reuters

As sanções constituem "o ato mais hostil" por parte dos norte-americanos e uma "declaração, nítida, de guerra", afirmou o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte, em comunicado.

Os Estados Unidos colocaram, na quarta-feira, Kim Jong-Un na sua lista negra de sanções, afirmando que este é diretamente responsável por uma longa lista de violações graves dos direitos humanos.

Estas sanções são as primeiras que nomeiam o "líder supremo" do país e também as primeiras a acusar o Estado norte-coreano de violações dos direitos humanos.

Pyongyang, na sua primeira resposta às sanções, pediu a Washington que as retirasse imediatamente, alertando que a Coreia do Norte cortaria de imediato todos os laços diplomáticos.

"Os Estados Unidos atreveram-se a desafiar a autoridade máxima do nosso Estado, e cometeram o ato mais hostil de sempre, que vai para além do confronto sobre a chamada questão dos direitos humanos. Trata-se de uma declaração, nítida, de guerra", lê-se no comunicado.

"Agora que os EUA declararam guerra contra nós, todos os problemas decorrentes de relações com os EUA vão imediatamente ser tratados de acordo com as leis do tempo de guerra", garante Pyongyang.

A Coreia do Norte vai tomar "contramedidas extremamente fortes" em resposta, acrescentou, sem entrar em detalhes sobre o que tal significa.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.