sicnot

Perfil

Mundo

Nova Gales do Sul é o primeiro Estado australiano a proibir corridas de galgos

O Estado australiano de Nova Gales do Sul vai proibir em 2017 as corridas de galgos, considerados os cães de raça mais rápidos do mundo, devido aos "maus tratos generalizados e sistemáticos aos animais", anunciou hoje o Governo estatal.

© Fabian Bimmer / Reuters (Arquivo)

Localizada no sudeste da Austrália, a Nova Gales do Sul, com cerca de 6.800 galgos de competição registados, torna-se na primeira região do país a proibir a atividade a partir de 1 de julho do próximo ano, depois de uma investigação oficial ter concluído que até 68.000 cães foram mortos nos últimos doze anos na Austrália, por serem lentos ou inaptos para as corridas.

Os galgos são principalmente utilizados para corridas e apostas, devido ao seu porte, considerado atlético e aerodinâmico.

A cadeia de televisão ABC concluiu, depois de um trabalho, que entre 10 a 12 porcento dos instrutores de cães do país são cúmplices de maus-tratos aos animais, ao mesmo tempo que o organismo Greyhound Racing, responsável pela organização das corridas, apresenta números falsos de mortes ou lesões de cães, mais baixos do que na realidade.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará, na quarta-feira, na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Portugal vai aquecer. Temperaturas vão rondar os 40º
    2:26