sicnot

Perfil

Mundo

Espanholas lançam campanha para baixar IVA dos tampões

Espanholas lançam campanha para baixar IVA dos tampões

Mais de 700 espanholas uniram-se na iniciativa "Tampões do Canadá" para alertar o governo espanhol para a necessidade de baixar o IVA, atualmente de 10 por cento, dos artigos de higiene feminina.


A campanha "Tampons from Canada" (Tampões do Canadá) foi lançada na semana passada e conta com um vídeo promocional, realizado gratuitamente por uma agência publicitária, e uma petição 'online', que reuniu já mais de 126 mil assinaturas.

Em Espanha, tampões, pensos e copos menstruais têm 10% de IVA e outros produtos de higiene feminina chegam aos 21%, enquanto no Canadá esses artigos não têm o imposto, pelo que as subscritoras se juntaram para comprar tampões a esse país.

No ano passado, o parlamento canadiano decidiu, na sequência de uma iniciativa popular, eliminar os impostos sobre os produtos de higiene feminina. As normas da UE proíbem a fixação do IVA em 0%.

Para a impulsionadora do projeto, a jornalistas Celia Blanca, é "uma incongruência" que tampões, pensos higiénicos e copos menstruais não sejam considerados artigos de primeira necessidade.

"Continuar a considerar que as mulheres têm menstruação porque querem e taxar a 10%, parece-me o mesmo que levar uma bofetada por ser mulher", denunciou Blanco.

Para uma família com três a quatro mulheres com idades entre os 12 e os 50 anos - uma situação comum nos agregados familiares espanhóis -, o custo anual em produtos de higiene feminina pode rondar os 200 euros.

Tal como em vários locais do mundo onde as mulheres são isoladas quando estão menstruadas, Blanco vê a mesma exclusão "quando o IVA dos tampões é o mesmo do caviar".

Com a iniciativa pretende-se introduzir o tema da saúde feminina na agenda política: "Temos que exigir aos nossos políticos que saibam o que é ser mulher no nosso país", sublinhou.

Com Lusa

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.