sicnot

Perfil

Mundo

Milhares participam em marchas contra a violência nos EUA

Milhares participam em marchas contra a violência nos EUA

Nos Estados Unidos continuam as ondas de choque depois do ataque de ontem em Dallas. Milhares de pessoas participaram em várias marchas contra a violência que resultaram em mais confrontos com a polícia e até Donald Trump comentou o assunto com mais contenção do que é habitual.

  • Milhares de pessoas protestam contra violência policial contra as minorias
    0:41

    Mundo

    Depois da manifestação em Dallas que provou cinco mortes e seis feridos, também em Chicago milhares de pessoas sairam às ruas para protestar contra a violência policial com afro-americanos e outras minorias. A manifestação surge após as mortes, registadas em vídeo, de dois homens afro-americanos às mãos da polícia. Durante a manifestação em Chicago, várias pessoas discursaram, apelando a que haja mais resistência ao abuso de poder pelas autoridades.

  • Suspeito do tiroteio de Dallas era um ex-militar
    2:35

    Mundo

    A polícía de Dallas identificou o principal suspeito do tiroteio que fez cinco mortos e nove feridos durante um protesto contra a morte de dois afro-americanos às mãos da polícia. O homem não tinha antecedentes criminais, nem ligações a grupos terroristas, trata-se de um ex-militar norte-americano.

  • Mensagem de Donald Trump surpreende... pela positiva
    0:56

    Mundo

    Depois de ter emitido um comunicado, Donald Trump reagiu ao ataque de ontem em Dallas num vídeo partilhado no Facebook. O candidato republicano à Casa Branca apelou à solidariedade da população com as autoridades e considerou que ainda há muito trabalho a fazer para que os americanos voltem a sentir-se seguros, numa mensagem que surpreendeu nas redes sociais, por não ter sido polémica.

  • Viver em Évora
    5:11
  • Projeto piloto no Porto com o objetivo de detetar Ambliopia em crianças
    1:16

    País

    São resultados que dizem respeito apenas ao Grande Porto, mas que podem dar uma ajuda para traçar o panorama nacional: 13% das crianças que participaram num rastreio à saúde visual tiveram de ser encaminhadas para consultadas da especialidade. O projeto piloto foi implementado em quatro concelhos do norte do país, mas pode ser alargado.