sicnot

Perfil

Mundo

Avião solar partiu de Sevilha com destino ao Cairo

O avião Impulse II, movido exclusivamente a energia solar, que permaneceu em Sevilha, Espanha, duas semanas, numa escala na volta ao mundo que realiza, partiu esta madrugada com destino ao Cairo, capital do Egito.

Reuters

Após uma intensa noite de preparativos no hangar onde o aparelho ficou, o piloto André Borschberg comunicou com a torre de controlo depois das 06:00 (menos uma hora em Lisboa), e lhe confirmaram que podia descolar para seguir a sua viagem.

Minutos antes, o piloto apareceu diante dos jornalistas, junto ao avião, para explicar que espera continuar "sem dececionar o mundo". "Não podemos desiludir toda a gente que nos vê e nos segue", disse, em referência tanto ao acompanhamento internacional na imprensa como aos milhares de pessoas que o fazem nomeadamente através das redes sociais.

Mais de mil pessoas estiveram, esta madrugada, ligadas à aplicação Periscope para seguir ao vivo tanto as manobras prévias como o momento da descolagem e muitas delas poderão interagir com o piloto durante o voo ao longo das muitas etapas da viagem.

Diariamente, graças a dez câmaras montadas no 'cockpit', as asas, o centro de controlo da missão e em terra, os milhares de aficionados da iniciativa inovadora podem ver, a toda hora, a evolução, monitorizada em tempo real por uma equipa de engenheiros sediada no Mónaco.

André Borschberg destacou a força mental que tem que ter para poder seguir em frente com este projeto, afirmando que, às vezes, mesmo quando se encontra em terra, pensa que continua a voar. "Há que ter muita concentração porque as pessoas esperam o melhor de mim", disse.

O avião solar partiu de Sevilha, quando ainda não tinha amanhecido, rumo ao Cairo, onde deverá aterrar dentro de entre 48 e 72 horas.

O projeto Solar Impulse II pretende consciencializar os governos mundiais para a aplicação de soluções tecnológicas que permitam preservar o meio ambiente.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.