sicnot

Perfil

Mundo

Quinze detidos por agressões sexuais nas festas de San Fermin em Pamplona

Quinze homens já foram detidos por agressões sexuais e abuso desde que começou a festa de San Fermin, na cidade espanhola de Pamplona, informou hoje a polícia.

© Susana Vera / Reuters

O festival, de nove dias, começou no dia 06 e termina na quinta-feira. Junta concertos e corridas de touros e é conhecido também por vários relatos de agressões sexuais, nomeadamente na festa de abertura, ("chupinazo"), quando a confusão propicia situações como a de apalpar os seios de mulheres.

Este ano, logo no primeiro dia de festas, uma mulher de 19 anos foi violada por um grupo de homens, incluindo um elemento policial que entretanto foi detido e que vai ser suspenso.

As autoridades de Pamplona têm lançado nos últimos anos várias iniciativas para controlar estes casos na "fiesta", imortalizada em 1926 no romance de Ernest Hemingway "O sol nasce sempre (Fiesta)".

Dos 15 detidos seis estão acusados de agressões sexuais e nove de abusos. Devido à agressão sexual coletiva estão detidos cinco jovens de Sevilha. Dos detidos por abuso, dois já foram condenados, entre eles um francês de 22 anos que apalpou deliberadamente os seios de uma polícia, de serviço e com uniforme.

A proteção civil local reiterou hoje o "alto grau de eficácia" das diferentes forças de segurança a atuar na festa e recordou a importância de as pessoas lesadas apresentaram queixa.

As denúncias, acrescentou, permitem que a polícia atue, mas também reforçam a campanha do município "por uma festas livres de agressões sexuais".

O autarca de Pamplona, Joseba Asiron, disse hoje aos jornalistas que nas festas deste ano a grande novidade no que respeita às agressões sexuais é "o empoderamento" de uma cidadania que está farta desses comportamentos.

A "verdadeira diferença" destas festas é que as mulheres denunciam e assim está a ser divulgada "a dimensão do problema", disse o responsável, sublinhando que em termos estatísticos os casos "estão em linha com o que aconteceu nos últimos anos e em outras localidades em festa".

Lusa

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15