sicnot

Perfil

Mundo

Quinze detidos por agressões sexuais nas festas de San Fermin em Pamplona

Quinze homens já foram detidos por agressões sexuais e abuso desde que começou a festa de San Fermin, na cidade espanhola de Pamplona, informou hoje a polícia.

© Susana Vera / Reuters

O festival, de nove dias, começou no dia 06 e termina na quinta-feira. Junta concertos e corridas de touros e é conhecido também por vários relatos de agressões sexuais, nomeadamente na festa de abertura, ("chupinazo"), quando a confusão propicia situações como a de apalpar os seios de mulheres.

Este ano, logo no primeiro dia de festas, uma mulher de 19 anos foi violada por um grupo de homens, incluindo um elemento policial que entretanto foi detido e que vai ser suspenso.

As autoridades de Pamplona têm lançado nos últimos anos várias iniciativas para controlar estes casos na "fiesta", imortalizada em 1926 no romance de Ernest Hemingway "O sol nasce sempre (Fiesta)".

Dos 15 detidos seis estão acusados de agressões sexuais e nove de abusos. Devido à agressão sexual coletiva estão detidos cinco jovens de Sevilha. Dos detidos por abuso, dois já foram condenados, entre eles um francês de 22 anos que apalpou deliberadamente os seios de uma polícia, de serviço e com uniforme.

A proteção civil local reiterou hoje o "alto grau de eficácia" das diferentes forças de segurança a atuar na festa e recordou a importância de as pessoas lesadas apresentaram queixa.

As denúncias, acrescentou, permitem que a polícia atue, mas também reforçam a campanha do município "por uma festas livres de agressões sexuais".

O autarca de Pamplona, Joseba Asiron, disse hoje aos jornalistas que nas festas deste ano a grande novidade no que respeita às agressões sexuais é "o empoderamento" de uma cidadania que está farta desses comportamentos.

A "verdadeira diferença" destas festas é que as mulheres denunciam e assim está a ser divulgada "a dimensão do problema", disse o responsável, sublinhando que em termos estatísticos os casos "estão em linha com o que aconteceu nos últimos anos e em outras localidades em festa".

Lusa

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC