sicnot

Perfil

Mundo

Imperador japonês Akihito vai abdicar "nos próximos anos"

O imperador do Japão, Akihito, 82 anos, tem previsto abdicar do Trono de Crisântemo "nos próximos anos", disseram hoje fontes da Agência da Casa Imperial nipónica, citadas pela cadeia de televisão estatal NHK.

© Thomas Peter / Reuters

Segundo as fontes, Akihito terá já comunicado a intenção à mulher, a imperatriz Michiko, e ao filho e príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, 56 anos, que acataram a decisão, tomada na sequência do frágil estado de saúde, que o impede de desempenhar plenamente as suas funções.

As fontes adiantaram que o imperador japonês já começou os preparativos para garantir uma sucessão estável.

A Agência da Casa Imperial nipónica está, por outro lado, a planear uma entrevista para que Akihito explique a decisão ao povo japonês.

O estado de saúde do imperador agravou-se nos últimos anos, depois de uma operação ao coração - foi-lhe colocado um "bypass" em 2012 -, padecendo igualmente de um cancro na próstata desde 2003.

Face à idade avançada e aos problemas de saúde, a opinião pública nipónica tem debatido nos últimos anos a possibilidade de reduzir o horário de trabalho de Akihito, que já delegou no príncipe herdeiro Naruhito algumas das suas obrigações de agenda.

O reinado de Akihito tem-se prolongado ao longo de quase três décadas.

Akihito chegou ao trono aos 55 anos, a 07 de janeiro de 1989, após a morte do pai, o imperador Hirohito.

O atual imperador japonês foi o primeiro a chegar ao trono desde a entrada em vigor da nova Constituição nipónica, aprovada em 1947, após o fim da ocupação norte-americana na sequência do final da Segunda Guerra Mundial.

Se Akihito abdicar, será a primeira vez que ocorre tal situação na linha de sucessão imperial nipónica desde a do imperador Kokaku, em 1817.

Fontes governamentais indicaram à NHK que a Lei da Sucessão em vigor no Japão não contempla o ato de abdicação, pelo que seria necessário proceder a uma revisão para especificar que o cargo deve recair em Naruhito após a renúncia do pai.

Os cinco anteriores imperadores do Trono do Crisântemo morrerem em funções: Hirohito (1926/1989), Taisho (1912/1926), Meiji (1867/1912), Komei (1846/1867) e Ninko (1817-1846).

Lusa

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.