sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan recebe mensagens de apoio do Médio Oriente

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, recebeu hoje declarações de apoio de países do Médio Oriente e de outras regiões, após o golpe de Estado falhado de sexta-feira à noite.

© HUSEYIN ALDEMIR / Reuters

O Qatar, o aliado mais próximo de Ancara no Golfo Pérsico, felicitou o presidente turco por ter conseguido travar o golpe de Estado.

O emir do Qatar, cheque Tamim ben Hamad Al-Thani, telefonou a Erdogan, felicitando-o "pelo apoio do povo da Turquia ao seu regime e contra o golpe de Estado militar falhado", noticiou a agência oficial do país, QNA.

O Qatar, um emirado rico em petróleo, assinou um acordo na área da Defesa com Ancara em 2014 que prevê o estabelecimento de bases turcas no emirado e treinos comuns.

Os dois países apoiam os rebeldes sírios contra o presidente Bashar al-Assad.

A Arábia Saudita, por seu lado, regozijou-se "pelo regresso à normalidade na Turquia, sob a condução do presidente Recep Tayyip Erdogan e do seu governo eleito", disse um responsável do ministério dos Negócios Estrangeiros em comunicado.

Rival regional da Arábia Saudita, o Irão felicitou o povo turco, pela voz do seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, pela "defesa da democracia e do seu governo eleito".

O emir do Kuwait, o cheque Sabah al-Ahmad Al-Sabah, felicitou o presidente turco pela "vitória da democracia", enquanto o Bahrein rejeitou "qualquer tentativa de minar a legitimidade constitucional na Turquia".

O movimento palestiniano Hamas, que controla a Faixa de Gaza, condenou por seu lado "a tentativa falhada de golpe de estado" e felicitou "o povo e os dirigentes turcos por terem conseguido proteger a democracia".

O Hamas é aliado da Turquia, que obteve de Israel algumas medidas a favor de Gaza após a normalização das suas relações com o Estado hebreu em finais de junho.

O presidente do Sudão, Omar Hasan al Bashir, disse que o Governo e o povo sudaneses apoiam o presidente Erdogan e considerou que o golpe de estado falhado estava "contra a liberdade do povo turco e o modelo ideológico do governante Partido da Justiça e do Desenvolvimento".

O ministro dos Assuntos Exteriores do Iémen, Abdelmalek al Mejlafi, escreveu, na sua conta do Twitter desde Riade, onde está exilado, que a tentativa de golpe de Estado "é condenável, mas o povo turco mostrou a sua ligação à democracia e a recusa da tomada do poder pela força".

O Governo da Jordânia exprimiu hoje a sua "preocupação sobre a confusão" na Turquia e disse esperar que a tentativa de golpe de Estado não afete o "importante papel" de Ancara na luta contra o terrorismo.

"A estabilidade da Turquia representa um fator importante na estabilidade e segurança da região e desempenha um papel positivo no reforço da cooperação entre os seus povos", disse o ministro Mohamed Momani, citado pela agência oficial de notícias, Petra.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC