sicnot

Perfil

Mundo

UE apela a "rápido regresso à ordem constitucional"

A União Europeia (UE) apelou hoje a um "rápido regresso à ordem constitucional na Turquia", num comunicado do presidente do Conselho, Donald Tusk, do da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e da chefe da diplomacia, Federica Mogherini.

CEM TURKEL

"Continuamos a acompanhar de perto os desenvolvimentos em coordenação com os 28 estados-membros da UE" face à tentativa de golpe de Estado na Turquia, escreveram os dirigentes europeus, a partir da Mongólia, onde participam numa cimeira entre a UE e os países asiáticos.

"A Turquia é um parceiro-chave da União Europeia. A UE apoia completamente o Governo eleito democraticamente, as instituições do país e o Estado de Direito", diz a declaração conjunta.

Na sua conta na rede social Twitter, Federica Mogherini já tinha apelado à contenção e ao respeito para com as instituições democráticas.

Uma tentativa de golpe de Estado militar começou na sexta-feira na Turquia, havendo informações pouco precisas ainda, com muitas pessoas nas ruas, com bandeiras turcas, na sequência de um apelo nesse sentido feito pelo Presidente do país.

Dezassete polícias morreram numa explosão na sede das forças especiais em Ancara e várias pessoas foram feridas a tiro por soldados quando se manifestavam contra a tentativa de golpe.

Cerca de quatro horas depois das primeiras informações, os Serviço de Inteligência Turca (MIT) anunciaram que fracassou a tentativa de golpe de Estado, mas admitiu que ainda persistem algumas bolsas de resistência por parte dos militares.

primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, disse que alguns dos líderes do golpe de Estado já foram presos.

Lusa

  • "Este golpe militar pode acentuar tendências autocráticas do regime político turco"
    5:52

    Mundo

    A Eurodeputada Maria João Rodrigues esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar da tentativa de golpe militar na Turquia. A socialista fala na existência de um acumular de tensões na Turquia de ordem religiosa e de ordem regional, como é o caso da relação difícil dos turcos com os curdos. Apesar de considerar que ainda é muito cedo para classificar estes acontecimentos, Maria João Rodrigues diz que "este golpe militar pode acentuar tendências autocráticas do regime politico turco", e assim dificultar o relacionamento do país com a União Europeia.

  • "Erdogan é um ditador e não tem as forças armadas do seu lado"
    7:01

    Mundo

    Depois da tentativa de golpe de estado na Turquia levada a cabo pelas forças armadas, os caos instalou-se no país. José Goulão esteve em direto na SIC Notícias e diz que "Erdogan é um ditador e não tem as forças armadas do seu lado", nmo entanto confessa que ainda é cedo para se saber o desfecho desta rebelião.

  • O golpe e o contra golpe na Turquia
    5:28

    Mundo

    Neste momento assiste-se a um golpe e um contra golpe na Turquia e o grande número de pessoas na rua não vai facilitar a vida aos revoltosos "sem que haja uma carnificina", considera Ricardo Costa, da SIC.

  • Português ficou retido no aeroporto
    2:29

    Mundo

    Ricardo é piloto da Turkish Airlines e está retido no aeroporto a acompanhar os últimos acontecimentos pela televisão. O português diz que alguns civis que estavam no aeroporto se revoltaram contra os militares e entoaram cânticos de apoio a Erdogan. Ricardo conta também que os militares dispararam alguns tiros.

  • O filme da noite
    1:41

    Mundo

    Na Turquia os militares tomaram de assalto o poder e declararam a lei marcial. Explosões e tiros foram ouvidos em Ancara e em Istambul. Uma situação que começou aos poucos a desenrolam-se e se precipitou para momentos de tensão.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.