sicnot

Perfil

Mundo

UE apela a "rápido regresso à ordem constitucional"

A União Europeia (UE) apelou hoje a um "rápido regresso à ordem constitucional na Turquia", num comunicado do presidente do Conselho, Donald Tusk, do da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e da chefe da diplomacia, Federica Mogherini.

CEM TURKEL

"Continuamos a acompanhar de perto os desenvolvimentos em coordenação com os 28 estados-membros da UE" face à tentativa de golpe de Estado na Turquia, escreveram os dirigentes europeus, a partir da Mongólia, onde participam numa cimeira entre a UE e os países asiáticos.

"A Turquia é um parceiro-chave da União Europeia. A UE apoia completamente o Governo eleito democraticamente, as instituições do país e o Estado de Direito", diz a declaração conjunta.

Na sua conta na rede social Twitter, Federica Mogherini já tinha apelado à contenção e ao respeito para com as instituições democráticas.

Uma tentativa de golpe de Estado militar começou na sexta-feira na Turquia, havendo informações pouco precisas ainda, com muitas pessoas nas ruas, com bandeiras turcas, na sequência de um apelo nesse sentido feito pelo Presidente do país.

Dezassete polícias morreram numa explosão na sede das forças especiais em Ancara e várias pessoas foram feridas a tiro por soldados quando se manifestavam contra a tentativa de golpe.

Cerca de quatro horas depois das primeiras informações, os Serviço de Inteligência Turca (MIT) anunciaram que fracassou a tentativa de golpe de Estado, mas admitiu que ainda persistem algumas bolsas de resistência por parte dos militares.

primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, disse que alguns dos líderes do golpe de Estado já foram presos.

Lusa

  • "Este golpe militar pode acentuar tendências autocráticas do regime político turco"
    5:52

    Mundo

    A Eurodeputada Maria João Rodrigues esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar da tentativa de golpe militar na Turquia. A socialista fala na existência de um acumular de tensões na Turquia de ordem religiosa e de ordem regional, como é o caso da relação difícil dos turcos com os curdos. Apesar de considerar que ainda é muito cedo para classificar estes acontecimentos, Maria João Rodrigues diz que "este golpe militar pode acentuar tendências autocráticas do regime politico turco", e assim dificultar o relacionamento do país com a União Europeia.

  • "Erdogan é um ditador e não tem as forças armadas do seu lado"
    7:01

    Mundo

    Depois da tentativa de golpe de estado na Turquia levada a cabo pelas forças armadas, os caos instalou-se no país. José Goulão esteve em direto na SIC Notícias e diz que "Erdogan é um ditador e não tem as forças armadas do seu lado", nmo entanto confessa que ainda é cedo para se saber o desfecho desta rebelião.

  • O golpe e o contra golpe na Turquia
    5:28

    Mundo

    Neste momento assiste-se a um golpe e um contra golpe na Turquia e o grande número de pessoas na rua não vai facilitar a vida aos revoltosos "sem que haja uma carnificina", considera Ricardo Costa, da SIC.

  • Português ficou retido no aeroporto
    2:29

    Mundo

    Ricardo é piloto da Turkish Airlines e está retido no aeroporto a acompanhar os últimos acontecimentos pela televisão. O português diz que alguns civis que estavam no aeroporto se revoltaram contra os militares e entoaram cânticos de apoio a Erdogan. Ricardo conta também que os militares dispararam alguns tiros.

  • O filme da noite
    1:41

    Mundo

    Na Turquia os militares tomaram de assalto o poder e declararam a lei marcial. Explosões e tiros foram ouvidos em Ancara e em Istambul. Uma situação que começou aos poucos a desenrolam-se e se precipitou para momentos de tensão.

  • Incêndio na Sertã "está para durar"
    3:32

    País

    Mais de 700 operacionais combatem o incêndio com três frentes ativas, na Sertã. A jornalista da SIC, Patrícia Figueiredo, esteve junto a Relva da Louça, em Proença-a-Nova, onde avançou que a "situação está complicada" e que as chamas estão quase a alcançar a localidade. A jornalista dá conta ainda de várias equipas da Proteção Civil a ajudar os bombeiros e do seu trabalho dificultado por causa do vento.

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15