sicnot

Perfil

Mundo

Terrorismo na agenda da reunião de MNE da UE a pedido de Paris

A luta antiterrorista entrou na agenda da reunião de hoje, em Bruxelas, dos chefes da diplomacia da União Europeia (UE) a pedido do governo francês, que enfrenta as consequências do atentado de quinta-feira, em Nice.

© Francois Lenoir / Reuters

O pedido de Paris foi anunciado na rede social Twitter do serviço de imprensa do Conselho da UE, um dia depois de um homem ter lançado um camião sobre uma multidão que festejava o feriado nacional francês, na avenida marginal de Nice.

O balanço provisório do ataque contabiliza 84 mortos, entre os quais 10 crianças e adolescentes, e mais de 200 feridos, incluindo um português, segundo o registo oficial. O ataque foi reivindicado pelos extremistas do Daesh.

Com a presença da secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, em representação do ministro dos Negócios Estrangeiros, em visita a Moscovo, os 28 têm ainda na agenda um encontro com o seu homólogo norte-americano, John Kerry.

A reunião decorrerá sob a forma de um pequeno-almoço de trabalho promovido pela Alta Representante da UE para a Política Externa e de Segurança, Federica Mogherini.

Em destaque estará ainda a estreia de Boris Johnson, antigo autarca de Londres e um dos rostos da campanha pela saída do Reino Unido no referendo de 23 de junho.

Johnson chega agora a Bruxelas como chefe da diplomacia do novo governo liderado por Theresa May depois da demissão de David Cameron, por a opção pela saída dos britânicos do espaço comunitário ter saído vencedora da votação.

O Conselho terá início pelas 10:30 locais (09:30 de Lisboa) com um debate sobre a América Latina e Caraíbas, que incidirá nomeadamente sobre relações futuras com Cuba, o processo de paz na Colômbia, a Argentina e a situação na Venezuela e serve de preparação para a reunião dos Ministros dos Negócios Estrangeiros UE-Comunidade dos Estados da América Latina e das Caraíbas, na República Dominicana, em outubro.

As relações com a China, a crise migratória, assim como os recentes acontecimentos na Turquia, embora a tentativa de golpe de Estado do fim-de-semana não conste da agenda oficial, também devem merecer atenção.

Lusa

  • Cinquenta e duas das vítimas do atentado de Nice em risco de vida
    3:07

    Atentado em Nice

    O Daesh reivindicou o ataque de quinta-feira à noite em Nice. A informação foi avançada pela agência de notícias ligada aos jihadistas no mesmo dia em que as autoridades francesas anunciaram a detenção de quatro suspeitos por ligações ao homicida que conduzia o camião. O último balanço aponta para 84 mortos e mais de 200 feridos, entre os quais 52 pessoas que estão entre a vida e a morte.

  • Erdogan acusa mentores do golpe de serem seguidores de Fethullah Gülen
    1:57

    Mundo

    O golpe de Estado falhado na Turquia foi organizado por um grupo autodenominado "Movimento para a Paz na Nação". Defende mais respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades. É inspirado pelo clérigo Fethullah Gülen exilado nos Estados Unidos e acusado de traição. As organizações próximas a Gülen já negaram qualquer ligação ao golpe, mas o Presidente Erdogan atribui-lhes a culpa.

  • A cronologia de um golpe de Estado falhado
    3:14

    Mundo

    A tentativa de golpe de Estado na Turquia começou por volta das oito e meia da noite, hora de lisboa. As forças fiéis ao Presidente turco conseguiram controlar os revoltosos ao fim de duas horas, e depois de violentos confrontos. Num gesto invulgar, a população veio para as ruas para tentar conter o golpe de Estado.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.