sicnot

Perfil

Mundo

Diretor do WhatsApp diz que novo bloqueio da aplicação no Brasil é "chocante"

O diretor executivo da aplicação de troca de mensagens instantâneas WhatsApp, Jan Koum, disse hoje que a decisão da justiça brasileira de a bloquear é "chocante" e garantiu estar a trabalhar para restabelecer o serviço.

© Nacho Doce / Reuters

"É chocante que menos de dois meses depois de o povo brasileiro e legisladores terem rejeitado o bloqueio de serviços como o WhatsApp a história se repete", comentou, numa mensagem publicada no seu perfil na rede social Facebook.

Milhões de pessoas estão a ser afetadas, acrescentou, "simplesmente porque estamos a ser questionados por informações que não temos".

O responsável disse ainda que a empresa está a trabalhar para restabelecer o serviço no Brasil.

Em comunicado, o WhatsApp comentou que considera a determinação judicial uma ameaça à capacidade das pessoas de comunicarem entre si e disse que espera ver o bloqueio suspenso logo que seja possível.

O bloqueio foi determinado hoje pela juíza do Rio de Janeiro Daniela Barbosa, depois de o Facebook, empresa que controla o aplicativo WhatsApp, ter sido notificado várias vezes para intercetar mensagens que seriam usadas numa investigação policial.

Esta é a terceira vez que a aplicação é bloqueada no país, depois da determinação de cortes no serviço de mensagens em maio último e em dezembro do ano passado.

Entretanto, a WhatsApp apresentou uma providência cautelar na Justiça do Rio de Janeiro para suspender o bloqueio.

Lusa

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14
  • Ambientalistas consideram insuficiente estratégia de Bruxelas para reduzir plástico
    2:07