sicnot

Perfil

Mundo

Morto pela polícia extremista islâmico mais procurado da Indonésia

O extremista islâmico mais procurado da Indonésia, Santoso, foi morto em confrontos com as forças de segurança, disse hoje a polícia, depois de anos à procura deste apoiante do grupo extremista Estado Islâmico (EI) acusado de vários ataques.

reuters

"É de facto Santoso", declarou à agência noticiosa France Presse (AFP) o chefe da polícia do centro das Celebes, Rudy Sufahriadi, no final do processo de identificação do corpo do militante.

Santoso foi abatido na segunda-feira durante uma operação das forças de segurança numa região montanhosa das Celebes.

"Já o persegui e detive anteriormente, enviamos pessoas (para identificar o corpo) que lutaram com ele na 'guerra santa' (jihad) e que confirmaram que era ele", disse.

A morte de Santoso é uma importante vitória para as autoridades indonésias, que perseguiam o extremista há cinco anos, enviando milhares de efetivos das forças de segurança em operações de busca para zonas remotas de floresta.

O grupo de Santoso, composto por cerca de uma dezena de seguidores, perpetrou uma série de ataques mortíferos contra as forças indonésias e era conhecido por treinar militantes oriundos de todas as zonas do arquipélago.

Em 2014, Santoso aliou-se ao EI e, no início deste ano, os Estados Unidos colocaram o extremista numa lista de terroristas.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.