sicnot

Perfil

Mundo

Soldados do Sudão do Sul acusados de crimes sexuais perto de instalações da ONU

A ONU anunciou hoje ter recebido informações de que soldados fardados do Sudão do Sul violaram civis perto das instalações dos capacetes azuis, na capital, Juba, informa Farhan Hag, porta-voz da organização.

© Samir Bol / Reuters

As Nações Unidas estão a investigar as informações que, a confirmarem-se, podem constituir um "crime de guerra", disse Farhan Hag.

As autoridades do Sudão do Sul estão a bloquear as investigações por parte da missão das Nações Unidas (UNMISS).

O Sudão do Sul tornou-se independente em 2013, e dois anos depois fações desavindas do novo Estado assinaram um acordo de paz, mas observadores acreditam que o surto de violência recentemente acendido no país esteja a fragilizar esse compromisso.

As fações desavindas são lideradas pelo Presidente Salva Kiir e pelo seu vice-Presidente Riek Machar, e os confrontos causaram pelo menos 300 mortos e 42.000 deslocados, segundo a ONU.

Lusa