sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha com dúvidas sobre nacionalidade do autor do ataque ao comboio

As autoridades alemãs têm dúvidas sobre a nacionalidade afegã do autor do ataque na segunda-feira com um machado, que parece ser paquistanês, disse hoje o ministro do Interior, Thomas de Maizière.

A Alemanha é alvo do "terrorismo internacional" e a "situação é grave", disse o ministro, salientando que o ataque de segunda-feira pode ser um caso na fronteira entre uma crise de loucura e de terrorismo.

O ataque de segunda-feira num comboio regional da Baviera provocou cinco feridos, entre os quais quatro turistas chineses de Hong Kong. O ataque foi perpetrado por um jovem de 17 anos que utilizou uma faca e um machado.

"Há indícios segundo os quais ele não será um afegão, mas um paquistanês, mas devemos deixar isso para a investigação", afirmou o ministro, em Berlim.

A análise ao vídeo divulgado pelo grupo extremista Estado Islâmico, em que é anunciado o ataque, o autor utiliza um dialeto falado no Paquistão e não no Afeganistão, segundo a imprensa alemã. O sotaque é do Paquistão, refere a imprensa.

Além disso, no vídeo é-lhe dado o nome de Muhammad Ryadh, sendo que o jovem foi registado na Alemanha com o nome de Riaz Khan Ahmadzai.

Segundo a imprensa alemã, como afegão, o jovem tinha mais probabilidade conseguir asilo na Alemanha.

O gabinete antiterrorismo alemão anunciou que abriu um inquérito para investigar um suspeito de "pertencer a uma organização terrorista" na sequência do ataque ser reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

O Governo alemão considera que aquele grupo não patrocinou o ataque.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.