sicnot

Perfil

Mundo

Autarca turco anuncia "cemitério para traidores" que participaram no golpe de Estado

O presidente da câmara de Istambul, Kadir Topbas, anunciou hoje a criação de um "cemitério para traidores", para os que participaram no golpe de Estado na passada sexta-feira na Turquia.

Kadir Topbas assegurou que existe já um espaço para a criação deste cemitério, argumentando que nenhuma outra cidade vai aceitar os corpos dos golpistas mortos.

Segundo a agência estatal turca, Anadolu, no grupo dos golpistas morreram 24 soldados, 16 em Ancara e 8 em Istambul.

Entre os que se opuseram ao golpe houve 240 mortos e 1.535 feridos.

A Diyanet, que é equivalente ao Ministério de Assuntos Religiosos, anunciou que não serão oferecidos serviços funerários aos soldados que participaram voluntariamente no golpe.

As autoridades turcas já anunciaram que poderão reinstaurar a pena de morte, abolida em 2004 para aplicar aos responsáveis pelo golpe de estado, caso essa medida seja aprovada pelo parlamento.

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.