sicnot

Perfil

Mundo

Autarca turco anuncia "cemitério para traidores" que participaram no golpe de Estado

O presidente da câmara de Istambul, Kadir Topbas, anunciou hoje a criação de um "cemitério para traidores", para os que participaram no golpe de Estado na passada sexta-feira na Turquia.

Kadir Topbas assegurou que existe já um espaço para a criação deste cemitério, argumentando que nenhuma outra cidade vai aceitar os corpos dos golpistas mortos.

Segundo a agência estatal turca, Anadolu, no grupo dos golpistas morreram 24 soldados, 16 em Ancara e 8 em Istambul.

Entre os que se opuseram ao golpe houve 240 mortos e 1.535 feridos.

A Diyanet, que é equivalente ao Ministério de Assuntos Religiosos, anunciou que não serão oferecidos serviços funerários aos soldados que participaram voluntariamente no golpe.

As autoridades turcas já anunciaram que poderão reinstaurar a pena de morte, abolida em 2004 para aplicar aos responsáveis pelo golpe de estado, caso essa medida seja aprovada pelo parlamento.

Lusa

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.