sicnot

Perfil

Mundo

Autora de discurso de Melania Trump assume erro e pede demissão

A autora do discurso que Melania Trump fez na Convenção Republicana assumiu a responsabilidade pela polémica e apresentou a demissão mas o candidato presidencial recusou a sua saída.

"Pedi para publicar este comunicado porque não gosto de ver a forma como isto está a tirar atenção da histórica campanha de Trump e da bonita apresentação e mensagem de Melania", afirmou.

"Peço perdão pela confusão e histeria que o meu erro causou. Hoje, mais do que nunca, sinto-me agradecida por trabalhar com uma família como esta. Pessoalmente, admiro a forma como Trump geriu a situação e estou agradecida pela sua compreensão", concluiu.

Trump, que publicou o comunicado da escritora na sua página oficial na Internet, tinha reagido pouco antes pela primeira vez à polémica causada segunda-feira pelas semelhanças do discurso da sua mulher Melania com o de Michele Obama na Convenção Democrática de 2008, que nomeou Barack Obama como candidato do Partido Democrático à Casa Branca.

"Os 'media' passam mais tempo a fazer uma análise forense ao discurso de Melania do que o FBI passou com a correspondência de Hillary", disse o magnata na sua conta da rede social Twitter.

O FBI decidiu no início do mês terminar a investigação sobre o uso de servidores de correio eletrónico privados por parte de Hillary Clinton quando era secretária de Estado (2009-2013), algo com que os republicanos mostram estar contra numa convenção que tem como gritos de guerra "Prendam-na" e "Hillary para a prisão".

"É uma boa notícia que o discurso de Melania tenha tido mais publicidade que nenhum outro na história da política, especialmente se acreditas que toda a imprensa é boa imprensa", afirmou também Donald Trump no Twitter.

Com Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC