sicnot

Perfil

Mundo

MP sul-africano anuncia que vai recorrer da condenação de Oscar Pistorius

O Ministério Público sul-africano anunciou hoje que vai recorrer da condenação a seis anos de prisão do velocista paralímpico Oscar Pistorius pela morte da sua namorada, considerando que a pena é "escandalosamente demasiado clemente".

O Ministério Público (MP) divulgou um comunicado em que declara "ter estudado com atenção" o julgamento e ter decidido recorrer. Esta condenação é "escandalosamente demasiado clemente e, consequentemente, conduz a uma injustiça", considerou a acusação no texto, citado pela agência France Presse.

A pena é "desproporcionada em relação ao crime cometido", acrescenta o MP, na medida em que, na África do Sul, o homicídio é um crime que pode ser punido com pelo menos 15 anos de prisão.

Esta condenação "tem o poder de desacreditar a administração judicial", considera ainda o MP.

Na conclusão do julgamento de Pistorius, no passado dia 06 de julho, a juíza Thokozile Masipa considerou que "as circunstâncias atenuantes são mais fortes do que os fatores agravantes" e justificavam "não impor a pena tabelada de 15 anos pelo homicídio".

A juíza sublinhou nomeadamente a "vulnerabilidade" de Oscar Pistorius, que no momento do drama estava sobre os seus cotos, as tentativas vãs de reanimar a companheira, Reeva Steenkamp, e de em seguida pedir perdão à sua família.

Na noite de 13 para 14 ed fevereiro de 2013, o campeão paralímpico de velocidade, amputado das duas pernas, abateu em sua casa em Pretoria, a namorada, que estava fechada numa casa de banho.

Oscar Pistorius afirmou sempre estar inocente, alegando ter disparado por engano ao julgar que um assaltante se tinha introduzido em casa.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.