sicnot

Perfil

Mundo

BE pede condenação de purga na Turquia e rutura de acordos com Ancara

© Osman Orsal / Reuters

O Bloco de Esquerda (BE) pede à comunidade internacional a condenação da "purga estatal" na Turquia e nas zonas do Curdistão e "a rutura" dos "acordos internacionais com as autoridades de Ancara" com o estado de emergência no país.

"Milhares de pessoas foram detidas, suspensas, despedidas da função pública na Turquia por ordem do Presidente. Essas pessoas não têm qualquer ligação direta ao fracassado golpe de Estado de 14 deste mês. Estavam já listadas como indesejáveis pelos serviços secretos e pelo AKP, partido de Erdogan", diz nota hoje divulgada à imprensa pela comissão política do Bloco.

Nesta fase sabe-se que o Governo turco deverá emitir em breve os primeiros decretos-lei das medidas que têm vindo a ser seguidas em virtude do estado de emergência decretado na quarta-feira, após a tentativa falhada de golpe de Estado.

O BE diz que se assiste no país "não apenas à perseguição de todos os partidos da oposição com assento no parlamento, mas a uma purga em massa do aparelho de Estado, à censura da comunicação social e à revogação de carteiras profissionais de jornalistas".

E o partido liderado por Catarina Martins vai mais longe: "A declaração do estado de exceção permite agora a Erdogan governar por decreto como num regime autocrático. Sucedem-se os bombardeamentos contra as forças curdas, as mesmas que se empenham no combate ao Daesh na Síria e no Iraque".

Em todo o processo, diz o BE, há a "cumplicidade" da NATO e da União Europeia, "capaz de pactuar com tudo para manter o vergonhoso acordo com a Turquia para bloquear os fluxos de refugiados".

"Exige-se da comunidade internacional a condenação desta purga estatal e da repressão sangrenta na Turquia e nas zonas do Curdistão, a rutura de todos os acordos internacionais com as autoridades de Ancara, a solidariedade com os povos turco e curdo, pelo restabelecimento da ordem constitucional e dos princípios da democracia", concretiza o texto bloquista.

Até ao momento, cerca de 55.000 pessoas foram despedidas na sequência da purga com que o Presidente Recep Erdogan alega querer defender a Turquia.

Escolas, fundações e associações que estejam vinculadas com o exilado político Gulen serão encerradas.

Devido ao estado de emergência, o Governo do Presidente Recep Erdogan e do primeiro-ministro, Binali Yildirim, pode aprovar decretos-lei que apenas têm de passar pelo parlamento 30 dias depois.

Os Estados Unidos, a União Europeia e a Organização das Nações Unidas apelaram à Turquia que respeite e cumpra a ordem constitucional e os direitos humanos.


Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC