sicnot

Perfil

Mundo

Dez pessoas detidas nos subúrbios de Paris após confrontos com a polícia

Arquivo

© Eric Gaillard / Reuters

Dez pessoas foram detidas na noite de sexta-feira nos subúrbios do norte de Paris, agitado pela violência desde a morte de um jovem após a sua prisão, segundo as autoridades locais.

Esta é a quarta noite consecutiva de confrontos. As forças de segurança têm sido particularmente visadas por bombas artesanais, informou um fotógrafo da AFP que estava no local.

Quatro polícias foram "feridos ligeiramente", indicou o fotógrafo, que também relatou um incêndio numa empresa de paletes, bem como dez veículos e caixotes de lixo queimados.

Os confrontos ficaram concentrados nas comunas de Beaumont-sur-Oise - de onde era originário Adama Traoré, o jovem que morreu na terça-feira -, de Persan e Bruyères-sur-Oise.

A polícia reforçou o dispositivo de segurança durante a noite, havendo 150 polícias na região.

Na sexta-feira à tarde, uma marcha em memória de Adama Traoré foi realizada com cerca de 1.500 pessoas, sem incidentes, em Beaumont-sur-Oise.

Adama Traoré, de 24 anos, morreu na terça-feira após a sua prisão por polícias (gendarmes). A autópsia no corpo do jovem rejeitou a responsabilidade das forças de segurança na sua morte.

Na quinta-feira, as autoridades judiciais indicaram que Adama Traoré sofreu uma "infeção muito grave", "envolvendo vários órgãos", de acordo com uma fonte próxima da investigação.

Lusa

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14
  • Ambientalistas consideram insuficiente estratégia de Bruxelas para reduzir plástico
    2:07