sicnot

Perfil

Mundo

Hezbollah condena atentado de Cabul e critica silêncio internacional

​O grupo libanês Hezbollah condenou o ataque contra uma manifestação em Cabul, capital do Afeganistão, que causou no sábado 80 mortos e mais de 230 feridos, criticando o silêncio árabe e internacional perante o massacre reivindicado pelo Estado Islâmico.

"Condenamos de forma enérgica a matança atroz cometida pelos terrorista do 'Daesh' [acrónimo em árabe de Estado Islâmico] em Cabul, que causou a morte de dezenas de pessoas inocentes e feriu centenas de outras, e expressamos a nossa solidariedade com os afegãos", afirmou o grupo xiita em comunicado.

No sábado, o auto-proclamado Estado Islâmico reivindicou o ataque que teve como objetivo uma manifestação pacífica da minoria étnica hazara, que professa o islamismo xiita, tal como o Hezbollah.

"Trata-se da continuação dos atos diabólicos dirigidos contra todos sem discriminação e cujo objetivo é a vingança, derramar sangue inocente, manchar a imagem do islão, desarticular a 'umma' [comunidade muçulmana] e servir de ferramenta aos interesses dos terroristas", salientou o Hezbollah.

O grupo criticou ainda o silêncio árabe e internacional e instou os organismos regionais e mundiais, bem como os clérigos muçulmanos "livres" a condenar o ocorrido e a "acabar com a política que justifica os crimes que cometem os terroristas".

No decorrer de uma manifestação pacífica, em Cabul, essencialmente composta por xiitas hazaros, dois bombistas fizeram rebentar os explosivos que traziam à volta da cintura, no meio da multidão.

Este foi o maior ataque reivindicado pelo Estado Islâmico na capital do Afeganistão.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.