sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha ia deportar sírio que se fez explodir na Baviera

Alemanha ia deportar sírio que se fez explodir na Baviera

O ministro do Interior alemão revelou hoje que o refugiado sírio, que se fez explodir na Baviera, chegou à Alemanha há dois anos, através da Bulgária. Disse ainda que o refugiado pediu asilo nos dois países. Ao saber que as autoridades búlgaras tinham cedido o asilo, Berlim decidiu deportar o homem de 27 anos. Contudo, a ordem ficou suspensa até este mês.

  • Sírio que se fez explodir em Ansbach vivia há dois anos na Alemanha
    2:12

    Mundo

    O bombista suicida sírio que se fez explodir este domingo, à porta de um festival de música na Baviera, vivia há dois anos na Alemanha e há cerca de um ano foi-lhe negado um pedido de asilo no país. Doze pessoas ficaram feridas, três das quais em estado grave. As autoridades estão a investigar as causas do ataque.

  • Atentado suicida à entrada de festival na Alemanha faz 12 feridos
    2:17

    Mundo

    Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas, três das quais em estado grave, depois de um sírio de 27 anos se ter feito explodir, ontem à noite, à porta de um festival de música em Ansbach, perto de Nuremberga, na Alemanha. A única vítima mortal é o bombista suicida, que tinha problemas psiquiátricos. Esta manhã as autoridades estiveram a fazer buscas na residência onde o homem vivia.

  • "Toda a transparência" para os "amigos portugueses"
    0:54
  • Turistas à volta da lua em 2018
    1:21
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22

    Mundo

    Por detrás da alegria do desfile das escolas de samba, há a tensão e a adrenalina dos bastidores do sambódromo. A preparação antes da entrada na avenida é um espetáculo à parte como mostra a correspondente da SIC, no Rio de Janeiro, Ivani Flora

    Correspondente SIC

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06