sicnot

Perfil

Mundo

Estrela de Bollywood absolvida por matar animais selvagens

© Shailesh Andrade / Reuters

Um tribunal indiano absolveu hoje a superestrela de Bollywood Salman Khan, pelo crime de matar animais selvagens protegidos há 18 anos, pondo fim um dos casos de longa duração contra o ator.

Salman Khan foi condenado em 2006 por caçar gazelas raras, enquanto gravava um filme no norte do Estado do Rajastão, oito anos antes. O ator foi condenado entre um a cinco anos de prisão, por dois casos separados de disparos contra animais, mas tem vindo a recorrer, impedindo assim o cumprimento da pena.

O juiz do Supremo Tribunal Nirmaljit Kaur absolveu o ator em ambos os casos, argumentando que os grãos de chumbo recuperados dos animais não foram disparados pela arma de Salman Khan.

"O honroso Supremo Tribunal não concordou com as provas da acusação ou com os documentos apresentados em ambos os casos. Definitivamente, é uma boa coisa que um homem inocente tenha recebido justiça", disse o advogado do ator, Hastimal Saraswat, à televisão indiana NDTV.

O arguido, de 50 anos, não esteve presente no tribunal na cidade de Jodhpur para a leitura do acórdão.

Os tribunais indianos são conhecidos por demorarem vários anos, e às vezes décadas, a emitir os veredictos, porque não têm os recursos necessários e existe demasiada papelada envolvida.

O ator enfrenta ainda um caso em separado, pelo uso de armas sem licença e por disparar contra os 'black bucks', uma espécie protegida de antílopes nativos do Rajastão.

Salman Khan, conhecido por interpretar "homens duros e fortes" nos filmes, é uma das maiores atrações da indústria cinematográfica indiana e já participou em mais de 100 películas e programas de televisão.

No entanto, o ator não é estranho à controvérsia, tendo no ano passado sido absolvido noutro caso de longa duração, por matar um sem-abrigo num acidente do qual depois fugiu.

Em junho deste ano, o ator provocou novamente polémica, ao dizer que o seu atual e pesado calendário de treino, para o seu novo filme de sucesso, o deixou a sentir-se "como uma mulher violada".

Lusa

  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.