sicnot

Perfil

Mundo

Colômbia expulsou 5.800 migrantes em dois meses

Arquivo

© Carlos Eduardo Ramirez / Reut

A Colômbia expulsou mais de 5.800 migrantes em situação ilegal no país nos últimos dois meses, a maioria oriundos do Haiti, anunciou o Governo de Bogotá na quarta-feira.

Eram pessoas que entraram na Colômbia "sem se submeterem à obrigação legal de se registarem no país", segundo um comunicado da agência governamental com a tutela da imigração.

A diretora do organismo, Christian Krüger, precisou que a maioria das pessoas expulsas são do Haiti.

Em relação aos cerca de 950 cubanos que se refugiaram em Turbo, no noroeste da Colômbia, afirmou que ainda espera o mandado judicial que permitirá a expulsão da maioria.

Krüger indicou que estes cubanos serão expulsos para Cuba ou para os países a partir de onde entraram na Colômbia (na maioria dos casos, o Equador).

A responsável vai reunir-se na sexta-feira no Panamá com autoridades locais e da Costa Rica para tentar acordar estratégias que travem a circulação de migrantes na região, segundo o comunicado de quarta-feira.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC