sicnot

Perfil

Mundo

Colômbia expulsou 5.800 migrantes em dois meses

Arquivo

© Carlos Eduardo Ramirez / Reut

A Colômbia expulsou mais de 5.800 migrantes em situação ilegal no país nos últimos dois meses, a maioria oriundos do Haiti, anunciou o Governo de Bogotá na quarta-feira.

Eram pessoas que entraram na Colômbia "sem se submeterem à obrigação legal de se registarem no país", segundo um comunicado da agência governamental com a tutela da imigração.

A diretora do organismo, Christian Krüger, precisou que a maioria das pessoas expulsas são do Haiti.

Em relação aos cerca de 950 cubanos que se refugiaram em Turbo, no noroeste da Colômbia, afirmou que ainda espera o mandado judicial que permitirá a expulsão da maioria.

Krüger indicou que estes cubanos serão expulsos para Cuba ou para os países a partir de onde entraram na Colômbia (na maioria dos casos, o Equador).

A responsável vai reunir-se na sexta-feira no Panamá com autoridades locais e da Costa Rica para tentar acordar estratégias que travem a circulação de migrantes na região, segundo o comunicado de quarta-feira.

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24