sicnot

Perfil

Mundo

Colômbia expulsou 5.800 migrantes em dois meses

Arquivo

© Carlos Eduardo Ramirez / Reut

A Colômbia expulsou mais de 5.800 migrantes em situação ilegal no país nos últimos dois meses, a maioria oriundos do Haiti, anunciou o Governo de Bogotá na quarta-feira.

Eram pessoas que entraram na Colômbia "sem se submeterem à obrigação legal de se registarem no país", segundo um comunicado da agência governamental com a tutela da imigração.

A diretora do organismo, Christian Krüger, precisou que a maioria das pessoas expulsas são do Haiti.

Em relação aos cerca de 950 cubanos que se refugiaram em Turbo, no noroeste da Colômbia, afirmou que ainda espera o mandado judicial que permitirá a expulsão da maioria.

Krüger indicou que estes cubanos serão expulsos para Cuba ou para os países a partir de onde entraram na Colômbia (na maioria dos casos, o Equador).

A responsável vai reunir-se na sexta-feira no Panamá com autoridades locais e da Costa Rica para tentar acordar estratégias que travem a circulação de migrantes na região, segundo o comunicado de quarta-feira.

Lusa

  • "Fiquei absolutamente perplexo com a escolha de Elina Fraga"
    0:43

    País

    Rogério Alves diz que ficou perplexo com a escolha de Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. Em declarações à TSF e Diário de Notícias, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados lembra as divergências com o governo de Passos Coelho, sobretudo em matérias de justiça.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07