sicnot

Perfil

Mundo

Dois generais turcos demitem-se antes de reunião do Conselho Militar Supremo

© Umit Bektas / Reuters

Dois generais de topo do exército turco apresentaram hoje a demissão antes de uma importante reunião prevista para definir alterações nas Forças Armadas após a fracassada tentativa de golpe de Estado na Turquia, noticiou a imprensa local.

Segundo a agência noticiosa Dogan, trata-se do chefe das Forças Terrestres, Ihsan Uyar, e o comandante de Doutrina e Treino, Kamil Basoglu, ambos "Orgenerais", a maior patente entre o generalato turco.

As demissões, que ainda terão de ser confirmadas oficialmente, ocorreram antes da importante reunião do Conselho Militar Supremo (CSM), em Ancara, que irá aprovar as novas chefias nas Forças Armadas após a intentona.

A agência Dogan não adiantou as razões das demissões.

Na quarta-feira, o Governo turco anunciou a exoneração de 149 generais - quase metade da totalidade do generalato turco (358) -, por alegado envolvimento na tentativa de golpe de Estado a 15 deste mês.


Lusa

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.