sicnot

Perfil

Mundo

Frente al-Nusra anuncia separação da Al-Qaeda

O chefe da Frente al-Nusra, Abu Mohammad al-Jolani, anunciou a desvinculação deste ramo sírio da Al-Qaeda com a rede jihadista, numa inédita aparição através de um registo difundido pela cadeia televisiva Al-Jazeera.

"Agradecemos aos comandantes da Al-Qaeda por terem entendido a necessidade de cortar as relações", indicou o chefe do segundo mais importante grupo jihadista da Síria.

Em paralelo, anunciou que o seu grupo "já não atuará sob ao designação de Frente al-Nusra" e referiu-se à "criação de uma nova entidade, a Frente Fateh al-Cham [Conquista da Síria, em árabe]".

Afirmou ainda que este grupo "não terá qualquer ligação com partidos estrangeiros".

Abu Mohammad al-Jolani explicou que esta decisão se destina a "fazer calar os pretextos avançados pela comunidade internacional" e dirigidos ao grupo, considerado "terrorista" por Washington.

Esta decisão surge uma semana após o acordo dos chefes da diplomacia russa e norte-americana, Serguei Lavrov e John Kerry, sobre a luta comum contra a Al-Nusra e o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

A Frente Al-Nusra, o mais importante grupo jihadista na Síria após o EI, o seu grande rival, irrompeu oficialmente no conflito sírio em janeiro de 2012, dez meses após o início da revolta contra o regime de Bashar al-Assad, que evoluiu para um devastador conflito.

Lusa

  • Marcelo regressa à televisão ao domingo
    0:36

    Programas

    Um ano depois de ser eleito, entre o sucesso popular e o compromisso político, eis a primeira entrevista do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa regressa à televisão ao domingo, para uma entrevista exclusiva no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Descarrilamento de comboio na Índia faz quase 40 mortos
    1:15

    Mundo

    Quase 40 pessoas perderam a vida e mais de 50 ficaram feridas, algumas em estado muito grave, num descarrilamento, no estado de Andhra Pradesh, no sudeste da Índia. O acidente aconteceu às de sábado e a esta hora as equipas de socorro ainda procuram cadáveres por entre os escombros do que resta do comboio.