sicnot

Perfil

Mundo

Frente al-Nusra anuncia separação da Al-Qaeda

O chefe da Frente al-Nusra, Abu Mohammad al-Jolani, anunciou a desvinculação deste ramo sírio da Al-Qaeda com a rede jihadista, numa inédita aparição através de um registo difundido pela cadeia televisiva Al-Jazeera.

"Agradecemos aos comandantes da Al-Qaeda por terem entendido a necessidade de cortar as relações", indicou o chefe do segundo mais importante grupo jihadista da Síria.

Em paralelo, anunciou que o seu grupo "já não atuará sob ao designação de Frente al-Nusra" e referiu-se à "criação de uma nova entidade, a Frente Fateh al-Cham [Conquista da Síria, em árabe]".

Afirmou ainda que este grupo "não terá qualquer ligação com partidos estrangeiros".

Abu Mohammad al-Jolani explicou que esta decisão se destina a "fazer calar os pretextos avançados pela comunidade internacional" e dirigidos ao grupo, considerado "terrorista" por Washington.

Esta decisão surge uma semana após o acordo dos chefes da diplomacia russa e norte-americana, Serguei Lavrov e John Kerry, sobre a luta comum contra a Al-Nusra e o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

A Frente Al-Nusra, o mais importante grupo jihadista na Síria após o EI, o seu grande rival, irrompeu oficialmente no conflito sírio em janeiro de 2012, dez meses após o início da revolta contra o regime de Bashar al-Assad, que evoluiu para um devastador conflito.

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.