sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do segundo maior banco privado do Brasil suspeito de corrupção

A Justiça brasileira aceitou esta quinta-feira uma denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente do segundo maior banco privado do Brasil, Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e outras nove pessoas por suspeita de envolvimento num esquema de corrupção.

O processo em causa iniciou-se após o desenvolvimento da Operação Zelotes, que investiga o pagamento de subornos em troca de decisões favoráveis no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

O Carf é o órgão do governo brasileiro que julga as multas praticadas pela Receita Federal contra empresas e contribuintes.

Luiz Carlos Trabuco e os outros envolvidos são acusados de praticar os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Os investigadores suspeitam que o Bradesco tenha negociado a contratação de serviços de um grupo que corrompia conselheiros do Carf para livrar ou atenuar multas.

O processo aceite hoje pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara da Justiça Federal em Brasília, baseia-se em intercetações telefónicas de membros deste grupo, que indicariam uma negociação com o Bradesco, mediante o pagamento de suborno, do perdão de uma cobrança de 2,7 mil milhões e reais (740 milhões de euros).

Luiz Carlos Trabuco, o diretor vice-presidente do Bradesco Domingos Figueiredo de Abreu, e o diretor gerente e de relações com investidores do banco Luiz Carlos Angelotti, já haviam sido indiciados pela Polícia Federal em maio deste ano.

Na época, o Bradesco divulgou uma nota na qual informou que seus executivos não participaram e não contrataram os serviços do grupo investigado na Operação Zelotes.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.