sicnot

Perfil

Mundo

Air France cancela 20% dos voos previstos para sábado

© Philippe Laurenson / Reuters

A companhia aérea Air France cancelou hoje 20% dos seus voos e prevê fazer o mesmo no sábado, devido a uma greve convocada por sindicatos do pessoal de cabine.

Em comunicado, a Air France explicou que, com base nos funcionários que declararam que vão fazer greve, a percentagem de grevistas no sábado será de 42%, superior aos 37% de hoje.

A companhia disse que tenciona manter "mais de 90%" dos voos de longa distância, "mais de 70%" dos voos europeus com saída ou chegada no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, e "mais de 80%" dos voos domésticos.

Um porta-voz da Air France explicou à agência Efe que estas previsões podem ser feitas devido a uma cláusula que obriga os trabalhadores a indicarem se vão fazer greve com 48 horas de antecedência.

Um representante sindical disse à mesma agência que a situação vai piorando dado que as pessoas que substituem os que estão em greve têm três dias de descanso por cada escala.

Desde a passada segunda-feira, a companhia já enviou cerca de 550 mil mensagens para informar os passageiros do impacto da greve, que começou na quarta-feira e deve prolongar-se até 02 de agosto.

No centro do conflito laboral está a negociação do acordo de empresa, que determina as regras de trabalho, de remuneração e as promoções.


Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.