sicnot

Perfil

Mundo

Refugiado sírio interrogado sobre atentado em igreja da Normandia

© Pascal Rossignol / Reuters

Um refugiado sírio a aguardar pela resposta ao pedido de asilo num centro de acolhimento em França foi hoje interrogado pelas forças de segurança francesas sobre eventuais ligações ao ataque jihadista numa igreja.

Fonte ligada às investigações, citada pela agência France Presse, adiantou que a detenção, que ocorreu na quinta-feira, no centro de França, eleva para três o número de suspeitos interrogados na investigação ao assassínio de um padre, decapitado, numa igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray (noroeste do país).

Segundo a fonte, as autoridades francesas encontraram na residência de Adel Kermiche, um dos alegados autores do assassínio, uma fotocópia de um passaporte sírio e os investigadores estão a tentar saber se poderá tratar-se do mesmo homem.

Entre os outros suspeitos interpelados pela polícia figura um francês, de 30 anos, membro do círculo da família do outro suspeito do assassínio do padre, Abdel Malik Patitjean.

Lusa

  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Defesa de Sócrates diz que junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal
    0:50

    Operação Marquês

    A defesa de José Sócrates diz que a junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal. A aplicação de 900 milhões de euros da PT no BES foi anexada ao processo, por suspeita de luvas pagas por Ricardo Salgado a Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, também arguidos. A defesa do antigo primeiro-ministro já contestou a decisão. Diz que é uma forma de confundir o processo para ocultar, mais uma vez, a falta de provas contra Sócrates.

  • Família Portugal Ramos
    15:01