sicnot

Perfil

Mundo

Panamá recebe Jornadas Mundiais da Juventude em 2019

© David W Cerny / Reuters

A próxima edição das Jornadas Mundiais da Juventude vai realizar-se em 2019, no Panamá, anunciou hoje o Papa Francisco na cidade polaca de Cracóvia, onde decorreu a edição deste ano.

"Anuncio-vos com alegria que as próximas Jornadas Mundiais da Juventude - depois das ao nível diocesano - vão realizar-se em 2019, no Panamá", afirmou o pontífice diante de pelo menos 2,5 milhões de jovens peregrinos, segundo os números da organização.

Depois deste anúncio, foi lançada uma enorme chuva de papéis brancos numa cerimónia a que assistiu o Presidente do Panamá, Juan Carlos Varela.

Na missa, o Papa Francisco dirigiu-se ao presidente do Panamá e à sua esposa, Lorena Castillo, que estiveram hoje em Cracóvia, na Polónia, para ouvirem ao vivo o anúncio de que o seu país receberá a próxima edição deste evento religioso, que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Depois do anúncio, Francisco convidou a delegação panamiana para ir ao altar e Varela e a mulher trocaram algumas palavras com o pontífice.

Juan Carlos Varela afirmou que o Panamá tem "as portas abertas para receber os milhares de jovens" que irão ao país em 2019 para as próximas Jornadas Mundiais da Juventude.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.