sicnot

Perfil

Mundo

Companhia privada autorizada a fazer voos para a Lua

A Lua fotografada pelo astronauta canadiano Chris Hadfield.

© NASA NASA / Reuters

Uma companhia privada norte-americana obteve hoje permissão para enviar um robô para a Lua. É a primeira vez que uma missão espacial privada é autorizada a a voar além da órbita da Terra.

A missão da empresa Moon Express, com lançamento previsto para o próximo ano, pretende transportar para a Lua equipamento para realizar experiências. Mas tem outros objetivos, como por exemplo, levar cinzas de pessoas que queiram o solo lunar como última morada.

A Moon Express é uma das 16 companhias que concorrem ao prémio Google Lunar X, que oferece 18 milhões de euros para a primeira equipa privada que conseguir enviar para a superfície lunar um veículo capaz de se deslocar, pelo menos, 500 metros e difundir para a Terra imagens de alta definição

A Moon Express pretende ainda perfurar a Lua à procura de metais raros e trazê-los para a Terra.

Ilustração do veículo espacial MX-1

Ilustração do veículo espacial MX-1

Moon Express

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.