sicnot

Perfil

Mundo

Dois ex-espiões jugoslavos condenados a prisão perpétua na Alemanha

O último chefe dos serviços de informações jugoslavos e o seu antigo adjunto foram hoje condenados por um tribunal alemão a prisão perpétua pela morte de um dissidente croata na então República Federal da Alemanha, em 1983.

O tribunal de Munique reconheceu Zdrakvo Mustac, de 74 anos, culpado de ter solicitado ao seu adjunto Josip Perkovic, de 71, para "planificar a preparar" a morte de Stjepan Djurekovic, um opositor ao regime socialista jugoslavo.

A vítima foi crivada de balas e agredida com um cutelo por três assaltantes não identificados numa garagem onde estava instalada uma oficina de impressão em Wolfratshausen (sul), perto de Munique.

Segundo a acusação, o objetivo do crime foi reduzir Stjepan Djurekovic ao silêncio, que dispunha de informações comprometedoras sobre o filho de um destacado responsável político jugoslavo.

Os dois acusados foram entregues à justiça alemã em 2014, na sequência de um mandado de captura europeu que a Croácia, membro da União Europeia (UE) desde julho de 2013, foi forçada a respeitar.

O Governo croata opunha-se ao julgamento dos dois homens na Alemanha e pouco antes da sua adesão à UE fez votar uma lei que proibia a extradição dos seus cidadãos por ocorrências registadas antes de agosto de 2002.

O caso degradou na ocasião as relações entre Zagreb e Berlim, mas sob pressão dos parceiros europeus a Croácia foi forçada a alterar a lei, abrindo caminho à extradição dos dois acusados.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.