sicnot

Perfil

Mundo

Croata Vesna Pusic desiste de corrida a secretário-geral da ONU

A croata Vesna Pusic, que ficou em último lugar na primeira votação do Conselho de Segurança da ONU para o cargo de secretário-geral, desistiu da corrida.

"Depois da primeira votação do Conselho de Segurança da ONU, ficou claro que a eleição do novo secretário-geral vai na direção de escolher uma pessoa da organização - uma pessoa que trabalha ou trabalhou para a organização", disse a ex-ministra dos Negócios Estrangeiros croata num comunicado.

Os membros do Conselho Segurança das Nações Unidas votam esta sexta-feira, pela segunda vez, nos restantes 11 candidatos para secretário-geral da organização.

Na primeira votação, que ocorreu a 21 de julho em Nova Iorque, o ex-primeiro-ministro português ficou à frente da corrida, seguido do ex-Presidente esloveno Danilo Turk.

António Guterres não teve nenhum voto contra a sua candidatura nesta primeira votação, confirmou na altura uma fonte diplomática à Lusa.

O português recebeu 12 votos de encorajamento, seguido do esloveno Danilo Turk, que recebeu 11. Mas enquanto Turk teve dois votos "desencoraja", António Guterres não teve nenhum.

Este facto pode ser decisivo na eleição, uma vez que o novo secretário-geral precisa da aprovação de todos os cinco membros permanentes (Estados Unidos da América, Reino Unido, Rússia, França e China), que têm poder de veto.

Neste momento, existem 11 candidatos ao cargo, cinco deles mulheres.

A organização espera ter encontrado o sucessor de Ban Ki-moon, que termina o seu segundo mandato no final do ano, durante o outono.

Lusa

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.