sicnot

Perfil

Mundo

Detidas mais de 40 pessoas numa operação contra a máfia nos Estados Unidos

(Arquivo/Reuters)

© Stephen Lam / Reuters

As autoridades norte-americanas anunciaram hoje a prisão de mais de 40 pessoas numa operação contra a máfia em cinco estados do país. Todos os detidos estão relacionados com um mesmo grupo criminoso composto por quatro das cinco grandes famílias da "Cosa Nostra" nova-iorquina - Gambino, Genovese, Luchese e Bonanno - e pelos seus parceiros de Filadélfia, segundo uma acusação tornada pública pela Procuradoria federal em Nova Iorque.

Entre outros delitos, a organização com sede na costa leste dos Estados Unidos é acusada de extorsão, fraude, tráfico de armas, contrabando de cigarros e apostas ilegais.

Vários dos detidos estão acusados também por crimes violentos e as autoridades destacam o "clima de medo" imposto pelos alegados mafiosos nas suas comunidades, através do assédio e ameaças.

As detenções foram levadas a cabo nos estados de Nova Iorque, Nova Jersey, Connecticut, Massachusetts e Florida e incluem várias hierarquias, incluindo chefes da organização criminosa.

Segundo a acusação, Pasquale Parrello, Eugene O'Nofrio e Joseph Merlino -- alegado chefe máximo da máfia de Filadélfia- supervisionavam e controlavam as operações do grupo, enquanto outros detidos executavam as ordens.

O processo aberto em Nova Iorque inclui 46 nomes, dos quais 39 foram detidos hoje, enquanto outros já estavam sob custódia e três ainda não foram capturados.

Os acusados, com idades entre 24 e 72 anos, enfrentam penas máximas de 20 anos de prisão.

Além do caso tornado público em Nova Iorque, o estado de Massachussetts acusa cinco alegados membros da família Genovese de vários crimes de extorsão.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.