sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio que lavra há 5 dias em La Palma não chegou às casas

Incêndio que lavra há 5 dias em La Palma não chegou às casas

O incêndio de grandes dimensões na ilha La Palma, nas Canárias, continua por controlar. Por precaução, 500 pessoas foram retiradas durante a noite de duas cidades, Montes de Luna e Tigalate, que acabaram por não ser atingidas pelas chamas.

O presidente do município de Mazo, José María Pestana, indicou hoje à Agência Efe que o fogo, que está ativo na ilha de La Palma desde há cinco dias e já queimou milhares de hectares de terreno, não chegou ao cordão de segurança que se estabeleceu com meios terrestres para evitar que as chamas alcancem as casas.

Desde as 07:45 da manhã que os bombeiros tentam apagar o fogo no vulcão de El Cabrito, por baixo do qual se localizam estes bairros, com cinco meios aéreos, aos quais se foram juntando durante a manhã mais seis, acrescentou o responsável municipal.

Das 500 pessoas que foram retiradas das suas habitações durante a noite, 30 encontram-se no Centro de Cultura Andares e as restantes em casas de familiares ou amigos.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite