sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio que lavra há 5 dias em La Palma não chegou às casas

Incêndio que lavra há 5 dias em La Palma não chegou às casas

O incêndio de grandes dimensões na ilha La Palma, nas Canárias, continua por controlar. Por precaução, 500 pessoas foram retiradas durante a noite de duas cidades, Montes de Luna e Tigalate, que acabaram por não ser atingidas pelas chamas.

O presidente do município de Mazo, José María Pestana, indicou hoje à Agência Efe que o fogo, que está ativo na ilha de La Palma desde há cinco dias e já queimou milhares de hectares de terreno, não chegou ao cordão de segurança que se estabeleceu com meios terrestres para evitar que as chamas alcancem as casas.

Desde as 07:45 da manhã que os bombeiros tentam apagar o fogo no vulcão de El Cabrito, por baixo do qual se localizam estes bairros, com cinco meios aéreos, aos quais se foram juntando durante a manhã mais seis, acrescentou o responsável municipal.

Das 500 pessoas que foram retiradas das suas habitações durante a noite, 30 encontram-se no Centro de Cultura Andares e as restantes em casas de familiares ou amigos.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC