sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades espanholas lançam alerta nas Canárias devido ao calor

​As Canárias estão em alerta amarelo devido ao calor, sendo que na Gran Canaria o nível foi elevado para laranja enquanto o estado de alerta mantém-se em nove províncias do território continental espanhol.

Além da situação no arquipélago das Canárias, nove províncias de Castilla La Mancha, Catalunha e Valência encontram-se sob alerta amarelo mas devido a chuvas e ventos fortes.

A Agência Estatal de Meteorologia (Aemet), citada pela agência EFE, indica que o alerta laranja afeta a ilha de Gran Canaria porque a temperatura pode atingir os 39 graus e alerta amarelo no resto do arquipélago onde a temperatura máxima vai chegar aos 34 graus.

A Catalunha apresenta este alerta devido à chuva que pode alcançar os 30 litros por metro quadrado e tempestades em Barcelona e Tarragona.

Em Girona além da chuva prevê-se ventos fortes pelo que foi imposto o alerta amarelo na região.

Na Região Autónoma de Valência a tempestade e a chuva pode vir a afetar ainda durante a manhã as zonas de Alicante, Castellón e da cidade de Valência.

Na Mancha, foi difundido o alerta amarelo devido a tempestades nas províncias de Albacete, Ciudad Real e Cuenca.

Na Galiza, onde se registaram incêndios nas últimas 24 horas, a previsão para as próximas horas é de céu nublado sobretudo na Corunha e em Lugo.

Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.