sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades espanholas lançam alerta nas Canárias devido ao calor

​As Canárias estão em alerta amarelo devido ao calor, sendo que na Gran Canaria o nível foi elevado para laranja enquanto o estado de alerta mantém-se em nove províncias do território continental espanhol.

Além da situação no arquipélago das Canárias, nove províncias de Castilla La Mancha, Catalunha e Valência encontram-se sob alerta amarelo mas devido a chuvas e ventos fortes.

A Agência Estatal de Meteorologia (Aemet), citada pela agência EFE, indica que o alerta laranja afeta a ilha de Gran Canaria porque a temperatura pode atingir os 39 graus e alerta amarelo no resto do arquipélago onde a temperatura máxima vai chegar aos 34 graus.

A Catalunha apresenta este alerta devido à chuva que pode alcançar os 30 litros por metro quadrado e tempestades em Barcelona e Tarragona.

Em Girona além da chuva prevê-se ventos fortes pelo que foi imposto o alerta amarelo na região.

Na Região Autónoma de Valência a tempestade e a chuva pode vir a afetar ainda durante a manhã as zonas de Alicante, Castellón e da cidade de Valência.

Na Mancha, foi difundido o alerta amarelo devido a tempestades nas províncias de Albacete, Ciudad Real e Cuenca.

Na Galiza, onde se registaram incêndios nas últimas 24 horas, a previsão para as próximas horas é de céu nublado sobretudo na Corunha e em Lugo.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07