sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades belgas detêm três suspeitos de terrorismo, buscas em oito residências em Bruxelas

Virginia Mayo / AP

As forças de segurança belgas detiveram na quinta-feira à noite três pessoas e efetuaram buscas em oito residências em Bruxelas, numa operação antiterrorista, informou hoje o ministério público federal da Bélgica.

O juiz, especializado em casos de terrorismo e que lidera a investigação, ordenou as buscas a seis apartamentos em Laeken, um em Evere e outro em Anderlecht.

Na operação, na qual participou a polícia judiciária de Bruxelas, não foram encontrados explosivos e foram detidas três pessoas, identificadas como Wassime A., Asma A. e Malkia B.

O juiz de instrução vai decidir, ainda hoje, se ficam sob detenção ou em liberdade.

O ministério público federal belga informou que não dará mais pormenores das buscas efetuadas para não comprometer a investigação.

A 22 de março, a Bélgica foi palco de dois atentados terroristas no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, que causaram 32 mortos e centenas de feridos.

Nos meses seguintes aos ataques sucederam-se várias ameaças de bomba falsas e multiplicaram-se as operações policiais.

Em pelo menos duas ocasiões a polícia federal belga anunciou a detenção de vários suspeitos que alegadamente planeavam cometer novos atentados no país, incluindo durante o campeonato europeu de futebol.

A entidade de coordenação de análise de ameaça belga decidiu manter o alerta de risco de atentado terrorista no níverl três numa escala de quatro, o que implica medidas de segurança reforçadas e presença militar nas ruas.

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.