sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos quatro mortos em várias explosões na Tailândia

Sakchai Lalit

Pelo menos quatro pessoas morreram em várias explosões de bombas nas últimas 24 horas na Tailândia, na estância turística de Hua Hin e províncias do sul, disseram hoje as autoridades do país.

Em Hua Hin houve duas explosões na quinta-feira à noite e outras duas hoje de manhã, matando duas pessoas e ferindo mais de vinte, segundo um responsável pela administração local citado pela agência de notícias AFP.

Ainda segundo a AFP, houve mais duas explosões hoje em Phuket, também um destino turístico balnear, e, ainda na quinta-feira, outras duas em Surat Thani e Trang.

Foi em Surat Thani e Trang que morreram mais duas pessoas.

Mais de 35 pessoas ficaram feridas em nove explosões desde quinta-feira, segundo um balanço dos meios de comunicação social locais.

O chefe da junta militar que governa a Tailândia disse hoje que "as bombas querem semear o caos".

Prayut Chan-O-Cha apelou à calma e disse não saber quem está por trás destes ataques.

O Reino Unido e a Austrália já pediram aos respetivos cidadãos para evitarem frequentar locais públicos na Tailândia.

Os atentados e ataques na Tailândia são habituais no sul do país, devido a um conflito separatista que já matou mais de 6.500 pessoas desde 2004.

A Tailândia é neste momento governada por uma junta militar que tomou o poder em 2014, num golpe de Estado.

No fim de semana, foi aprovada em referendo a proposta de Constituição da junta militar.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.