sicnot

Perfil

Mundo

Quatro extremistas mortos em operação da secreta russa em São Petersburgo

Quatro presumíveis membros de um grupo extremista islâmico do norte do Cáucaso foram mortos esta quarta-feira durante o assalto de forças especiais russas a um apartamento em São Petersburgo, informaram os serviços secretos russos (FSB).

Num comunicado citado pelas agências russas, o FSB precisa que o assalto foi lançado no âmbito de uma operação para deter "pessoas procuradas por presumível participação em grupos armados ilegais no norte do Cáucaso".

"Os criminosos foram mortos numa troca de tiros quando tentaram resistir", acrescenta o texto.

A Comissão de Investigação, principal autoridade de investigação federal russa, precisou que quatro suspeitos, que se encontravam todos no mesmo apartamento, foram mortos no assalto e que as autoridades estão a tentar identificar os corpos.

Nenhum agente policial ou civil foi ferido na operação, acrescentou.

Fonte da Comissão Nacional Antiterrorista russa citada pelas agências russas identificou três dos homens mortos como Zalim Shebzukhov, Astemir Sheriev e Vyacheslav Nyrov.

A mesma fonte precisou que os suspeitos pertenciam a uma organização terrorista da república da Kabardino-Balkária, no norte do Cáucaso.

Imagens transmitidas pelas televisões a meio do dia mostravam agentes fortemente armados e com o rosto tapado a cercar um bloco de apartamentos nos arredores noroeste de São Petersburgo, segunda cidade mais importante da Rússia.

A maior parte dos grupos armados do Cáucaso jurou lealdade ao Daesh e muitos prometeram retaliar a entrada da Rússia no conflito armado na Síria, em finais de setembro de 2015.

Cerca de 2.900 cidadãos russos, na sua maioria naturais das repúblicas do norte do Cáucaso, juntaram-se a grupos jihadistas na Síria e no Iraque, segundo o FSB.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31

    Mundo

    O cão do Presidente francês voltou a ganhar destaque durante uma reunião de Macron com dois secretários de Estado. O labrador de dois anos foi filmado a urinar numa lareira do Palácio do Eliseu, enquanto decorria a reunião no gabinete do presidente. O momento já se tornou viral na internet.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17