sicnot

Perfil

Mundo

Maduro avisa oposição que se tentar golpe vai reagir com mais força que Erdogan

O chefe de Estado da Venezuela, Nicolás Maduro, avisou esta quinta-feira que se a oposição "passar a fronteira do golpismo" vai responder com força e que o Presidente da Turquia "vai parecer um menino" ao pé da sua reação.

"Vocês viram o que se passou na Turquia? Erdogan vai parecer um menino ao pé do que vai fazer a revolução bolivariana se a direita passa a fronteira do golpismo", disse Nicolás Maduro, durante um encontro com apoiantes.

O Presidente venezuelano assegurou que aquela não é apenas uma frase, pois está preparado para o fazer, ao referir-se a uma reação forte a alguma tentativa de golpe de Estado.

"Atrevam-se, que aqui está a classe operária e o povo unido, quero paz, quero diálogo, quero prosperidade e vamos conquistá-la", afirmou.

Os apoiantes do antigo Presidente Hugo Chávez, que morreu de doença, acusam a oposição da Mesa da Unidade Democrática de quererem fazer um golpe de Estado a Nicolás Maduro.

A Mesa da Unidade Democrática está a tentar realizar um referendo para revogar o mandato de Nicolás Maduro ainda este ano como mecanismo democrático para acelerar o fim do Governo.

Lusa

  • Isto não é não jornalismo. Por Ricardo Costa

    Opinião

    Uma das decisões mais banais e corriqueiras do jornalismo assenta nas escolhas que se fazem no dia a dia. Que temas se abordam, que destaque se dá a este ou aquele assunto, que ângulos de abordagem se usam. São opções condicionadas por uma série de fatores - que vão do interesse e da novidade até questões tão básicas como o haver ou não jornalistas com tempo, meios e conhecimentos para o fazerem -, que estão e estarão na base de qualquer dia de trabalho numa redação.

    Ricardo Costa

  • Bruxelas multa Altice em 125 M€ devido à compra da PT

    Economia

    Os Serviços da Concorrência da Comissão Europeia decidiram multar a Altice em 125 milhões de euros no âmbito da compra da PT Portugal. Bruxelas avançou com a multa à Altice por ter começado a gerir a PT antes do negócio ter sido aprovado pela Comissão Europeia.

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.