sicnot

Perfil

Mundo

Rússia ataca posições de jihadistas na Síria a partir do Mediterrâneo

A Rússia anunciou esta sexta-feira ter lançado ataques contra jihadistas na Síria, a partir de navios de guerra destacados no Mediterrâneo, depois de ter começado a utilizar, esta semana, um aeródromo no Irão para fazer decolar os seus bombardeiros.

"Os navios lança-mísseis Zeleny Dol e Serpoukhov da frota russa do mar Negro fizeram hoje três lançamentos de mísseis de cruzeiro contra alvos do grupo terrorista da Frente Fateh al-Cham (ex-Frente al-Nosra que renunciou à ligação à Al-Qaida) na Síria, indicou o Ministério da Defesa russo em comunicado.

"Um posto de comando e uma base de terroristas em Daret Ezaa (a oeste de Alepo), bem como uma unidade de fabrico e um importante depósito de munições na região de Alepo foram destruídos na sequência dos ataques", especifica a mesma nota.

O anúncio chega depois de a Rússia, que leva a cabo raides aéreos desde setembro último em apoio às forças do Presidente sírio Bashar al-Assad, bombardeou na terça-feira, pela primeira vez, alvos na Síria fazendo decolar os seus bombardeiros a partir do aeródromo militar de Hamedan, no noroeste do Irão.

Alepo, cidade-chave do conflito sírio, é atualmente palco de combates entre as forças de Damasco e rebeldes.

Desencadeado em março de 2011 pela repressão de manifestações pró-democracia, o conflito sírio tornou-se mais complexo com a intervenção de partes estrangeiras e a ascensão dos jihadistas e já causou mais de 290.000 mortos, tendo obrigado milhões de pessoas a abandonarem as suas casas.

Lusa

  • Nomeados para os Óscares são anunciados hoje

    Óscares 2017

    As nomeações para a 89ª. edição dos Óscares, os prémios da Academia norte-americana de cinema, são conhecidos esta terça-feira e pela primeira vez o anúncio será feito apenas via Internet. Para ver também aqui em direto, na SIC Notícias, a partir das 13:00.

    Aqui às 13:00

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • "Todo o mundo no voo estava a orar em voz alta"
    4:00
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.